quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

Balanço do ano......

E mais um ano indo embora.........engraçado, quando entramos em 2009 eu tive um sentimento estranho de que muita coisa ia mudar e eu ia perder, o que? Nao sabia, cansei de dizer a Rê que 2009 ia ser um ano de merda....mas nem sonhava com metade do que aconteceu!

 De certa forma, foi um ano de aprendizado, nem sempre ganhamos, alias, o que é ganhar? Eu acredito que sempre saimos vitoriosos de qualquer situaçao pois se pensarmos no senso do aprendizado, nao existe perdedor, ao menos nao por essa otica, e é verdade que eu pude colocar em pratica muito do que aprendi e aprender mais ainda, minha grande liçao de 2009 foi que o mais importante na vida é amar e ser amado, o resto.....é resto!

   Entao, de certa forma, foi um ano de merda sim mas tambem um ano importantissimo pra mim, aprendi que o amor nao tem barreiras, que saudades nao mata, que as pessoas queridas realmente vive em nos, que ser mae realmente é minha praia, que parir é ou pode ser uma delicia, que amamentar realmente nao tem nada a ver com mamadeiras.....e novamente, que ser amado nao tem preço!

  Agora a cereja no bolo ficou por conta de Alexandre.....que presentao! Primeiro filho nao vou dizer que é so angustia mas caramba, tadinho....Mathieu foi cobaia, nao me sai tao mal e de la pra ca, nao mudei muita coisa nao, continuo fan do attaching parent  com sua cama compartilhada, muito colo e afins.
       Ciça se beneficiou muito das minhas leituras (principalmente do Dr Karp e teoria da extero gestaçao)  e das coisinhas praticas como sling, echarpe, ape maior (nossa, me senti Silvana Bianchi agora hahaha)..... e Alex? Bom, esse é so curtiçao, agora no terceiro qualquer situaçao ja é conhecida, febre nenhuma nos faz perder sono e pra quem cuida de dois, tres ou quatro faz pouca diferença!
    Mas enfim, to bem esperançosa de 2010, diferente da ultima virada, dessa vez to sim achando que 2010 vai ser um ano decisivo e cheio de realizaçoes, desejo à todos o mesmo sentimento e muitas felicidades, hoje brindarei a duas coisas importantissimas pra mim, à minha familia querida, nao so essa que construi mas à todos aqueles que deixei no Brasil, e tambem à minha e nossa saude!
       Feliz ano novo à todos!!!!
Mathieu!!!




 Ciça:




 Alexandre:




segunda-feira, 28 de dezembro de 2009

E o natal se foi.......

Natal ja nao é grande coisa pra mim desde muitos anos, me lembro que quando criança esperavamos o ano todo por essa data, eu nao acreditava em papai noel ha muito tempo mas mesmo assim era muito bom, no dia 24 iamos sempre pra Morro Agudo na casa da tia Daniza, era a oportunidade de reunir a familia toda, aquele amigo oculto imenso e interminavel onde eu cochilava no meio ou ia correndo na sala ver o especial da Xuxa, alias, como esperavamos esses "especiais"......depois de um tempo ficou complicado, alguns anos iamos pra casa da mae do meu ex padrasto, Vo Armenia, tambem era muito bom e dia 25 era o natal tradicional na Vò Neusa......com balanço do vô, piscininha Tony e um dos tios vestidos de papai noel, alias, duas diversoes favorita dos netos eram essas, descobrir onde estavam guardado os presentes e depois descubrir quem era o papai noel da vez!
   Quando começamos a crescer, parece que as coisas mudam, notamos que muitas das vezes alguns sorrisos nao sao assim tao alegres e que essa data muita das vezes é dia de sofrimento pra alguns e esforço pra muitos, esforço em fazer algo bacana, mesmo que nao esteja a 100% so pra nao tirar a magia das crianças, e é por esse motivo que eu ainda comemoro natal.
   A principio nao ligo pra papai noel e acho que seria bem mais facil se meus filhotes nao acreditassem no velinho, nao sou contra magia e conto de fadas mas acho o papai noel injusto, em tempos de miseria, prefiria dizer aos meus filhos que foi Chris que com dinheiro do trabalho dele que proporcionou aquela alegria toda a dar créditos a um velho vestido de vermelho que nao passa na casa de todo mundo,que da cinco brinquedos pra uma criança e nenhum pra outra.....mas, enfim, justo eu tenho um filho encantado pelo velinho e sim, joguei o jogo ate o fim!
    A preparaçao começou com as compras de natal no dia 21 (é, como boa brasileira, deixo tudo pra ultima hora!), fomos mamy, Lipe, Alexandre e eu com Karen num centro comercial, ja nao bastasse a mala que mamae trouxe com presentes da familia toda, ainda tivemos o topete de comprar mais coisas.
   No dia 23 comecei a fazer minha sobremesa de natal, quis fazer à la francesa mas com um toque tropical, aqui é tradiçao por sobremesa um rocambole, nao importa o sabor e que se chama buche de noel, eu decidi fazer um de maracuja...depois de terminar as embalagens dos presentes (que duraram duas madrugadas por causa da exitaçao das kids!), fui pra cozinha queimar barriga, nada complicada a receita, mas a decoraçao........ Chris  eu passamos mais de uma hora pra fazer, eu tinha uma ideia, ele outra......ele inventou de fazermos um dragao ou lagarto decorando com rodelas de banana caramelada e kiwi, ficou lindo mas e a cabeça???? Pois é, pequeno detalhe, pra nao fazer outro bolo so pra isso, desistimos mesmo e chegamos ao ponto de partida, minha deco simples com arvores de natal feitas de kiwi e palito, ficou uma graça, pena que nao tiramos foto!
   O dia 24 se desenrolou como outro qualquer, ficamos em casa, Karen passou à tarde e no inicio da noite eu fui pra cozinha e Chris levou as crianças pra banheira, essa foi a maneira que encontramos de fazer o papai noel passar pela janela da sala e encher a arvore de presentes.
  Depois de arrumar a mesa  tiramos Mathieu e Ciça da banheira, a ideia era fazer festa do pijama com eles, Mat de batman, Ciça de branca de neve   e Alexandre de homen aranha mas Ciça ja cansada nao topou, prefiriu ficar de fralda.
 Eis que os dois vendo a porta da sala fechada, coisa que nao é normal aqui em casa,  se precipitaram para abrir e assim descobriram a nossa arvore!
   Mathieu apesar de maravilhado nao deixou de perguntar o porque dele nao ter visto papai noel, eu disse que tambem nao vi, que ele veio rapidinho enquanto estavamos todos no quarto e ele logo partiu com Ciça pra abertura  dos pacotes, ficou engraçado pois era tanta coisa que eles mal abriam um e ja partiam pra outro sem nem ver direito o que tinha dentro do pacote aberto......depois de uns minutos de brincadeira passamos à mesa, as tradicionais entradas, foie gras e saumon defumado....depois o prato nada tradicional, ficamos com um simples arroz e noix de Saint Jacques à la creme feito por Chris, uma delicia!
     Passamos o resto da noite à brincar com a nossa coleçao playmobil, Chris, Lipe e Mathieu montaram tudo na mesa, Ciça logo dormiu!
   No fim da noite comemos a sobremesa e fomos pra cama, ja que no dia seguinte teriamos que nos preparar para ir à Sophie.

   No dia 25, como previsto, fomos almoçar na minha sogra. Foi legal, a cada ano vamos so Chris, Mariane , as crianças e eu mas esse ano teve nao so mamae e Lipe mas tambem o namorado da Mariane, passamos a tarde como de costume comendo e conversando e as crianças brincando, aproveitaram a falta de vizinhos pra pularem e correr muito .

        Um dos meus melhores presentes rolou no dia 26, dia 25 à noite tivemos uma mensagem do Irmao Jean, amigo de infancia do Chris que esta pra se confirmar padre ano que vem, ele (na verdade se chama Xavier,  irmao Jean é depois da entrada dele pro monastério) cresceu com Chris, passaram um pedaço da adolescencia juntos e Chris sempre teve um carinho enorme por ele, hoje entendo porque!
      Ele confirmou uma passada aqui em casa pra tarde de sabado, foi otimo, ele vai batizar Ciça e Alexandre e gostaria de alem de rever Chris, saber mais sobre a gente, religiao , nossa vida.....e contra a tudo que possam imaginar, é uma pessoa com conversa super agradavel, so percebemos que é um futuro padre pelo vestuario. Nessa mesma tarde tive Sophie ao telefone dizendo que nao poderia vir nos encontrar mas que jantaria com ele na casa dos pais dele, mas Chris e eu acabamos roubando o convidado da noite, ele me ajudou a preparar a mesa, jantar e nao resistiu, ficou pra comer conosco! Prometemos nos ver recentemente e estou feliz com a nova amizade, apesar de ter uma fé diferente da dele, gosto de conversar sobre religiao e acima de tudo com pessoas que tem a cabeça aberta!
        Ainda nao falei com Sophie mas ja posso imaginar a decepçao dela em nao ter visto Frere Jean no sabado à noite na casa dos pais dele.........





segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

Fim de ano é uma loucura!!!

Que fim de ano é correria acho que isso todo mundo ja sabe, nao bastasse essa coisa de onde vamos passar natal, ano novo e afins, ainda tem a questao dos presentes, da montagem da arvore de natal, produçao da ceia e etc....sao tantos detalhes, ainda mas pra quem nunca preparou ceia em casa como eu, e juntem ai o fato maravilhoso de estar recebendo aqui em casa minha mamy e meu irmao, pronto....tai o porque do meu sumiço!
   Mamae  e Lipe chegaram no dia 14, caramba, foram dias de expectativa e correria pra organizar tudo, a delicia de vê-los entrando ali pela minha porta e pra ficar um bom tempo foi enorme, as crianças estao mais do que felizes, ouço vovò e "Filipa" o dia todo......nem preciso dizer o quanto dona Sara esta babando e aproveitando né?! E Lipe? Esse, tadinho, virou refém, passa o dia brincando com eles e de brinde ainda tem os brinquedos à juntar, ja que Mathieu com sua esperteza chama ele pra juntarem "juntos" e finge estar arrumando enquanto Lipao arruma tudo!

    Por enquanto nao fizemos muita coisa, nevou a semana toda e estamos em contagem regressiva pra chegada do papai noel, mas Vovo e Lipe ja conheceram a escola do Mathieu, a professora, deram voltinhas na cidade, foram no Shopping mais proximo, andaram de onibus e viram que a neve apesar de fofissima, as vezes derruba a gente, ja que EU levei um tombo mais do que ridiculo essa semana, coisas de inverno né......
      Hoje a programaçao sera compras de natal, aproveitando que a neve deu uma parada e vamos comemorar o quinto mês do nosso ursinho Alexandre!


 Pois ééééé, sao 5 meses de alegria, aleitamento exclusivo e muito amor.......meu espertinho ja reconhece todo mundo, ja tenta pegar o pé, agarra tudo com maestria e ja fica nervoso quando nao consegue executar alguma coisa, ao mesmo tempo que da pena, é fofinho demais ver a carinha dele de raiva....é, ele ja sabe o que quer! Inteligente meu meninao!!!!

    Esse fim de ano acho (ou tenho certeza!) de que ficarei meio sumidinha, apesar de ter mamy aqui assumindo tudo, ainda estou sem tempo de vir aqui escrever com calma.

   Aqui a progamaçao de fim de ano serà dia 24 aqui em casa em familia, e dia 25 na Sophie com quase a familia toda reunida, ja que faltara uma irma de Chris e minha sobrinha.
   Esse é o primeiro natal juntos (com mamy e Lipao) desde que vim aqui pra França.....olha que delicia! E com meus tres filhotinhos !
     Ja a passagem de ano o destino aidna é incerto mas devemos ficar em casa mesmo, é.....ano novo em Paris é sem graça hahahaha, ainda mais nesse frio glacial.....saudades dos fins de ano na praia!
   Claro que vou voltar aqui recheada de fotos dos meus principes e de agradecimentos, pois mamy veio com uma mala so de presentes da familia.....e falando em agradecimento, quero agradecer tambem por aqui uma amiga especial que foi a grande responsavel pela vinda de mamy e essa alegria toda, tia Eliane......sem ela eu nao teria conseguido fazer tudo sozinha, nossa familia maravilhosa tambem contribuiu muito mas tia Eliane é que organizou tudo, pensou em todos os detalhes, obrigada tia........amizade sincera como a sua nao tem preço, é muito bom saber que mamae tem voce por ai!

     Ahhh, pra 2010 eu vou ter A novidade, ja adianto que nao, nao é gravidez nao hahahaha, mas vai balançar muiiiiiiiiiiiiiiiiiiiita gente! Antes de deixar alguns estarrecidos, vou deixa-los bem curiosos........é algo inimaginavel e nao, nao contarei a ninguem, dessa vez so a Rê vai saber de antemao, mas vai valer a pena esperar, talvez esse sera o post mais longo e interessante desse blog calminho.......muita coisa vai mudar!
   2010 sera o MEU ano, ano de mudanças, ano em que muita gente vai me conhecer e parar de vez de me subestimar, de se enganar com meu sorriso........beijao à todos e senao voltar aqui antes, boas festas!

domingo, 6 de dezembro de 2009

Saudades, sentimento sem fim...........

Quando era criança, ouvia sempre do meu querido tio Marcio aquela frase " saudades é uma flor roxa que nasce no coraçao do trouxa".....nao me lembro o contexto, o porque dele brincar com essas palavras mas eu acreditava nisso de verdade, saudades eu, a pedra? Nada.......e nao sentia mesmo, ia pra casa das minhas tias e as vezes nem falar com mamy no telefone queria, ainda mais que tinha medo dela tocar no sujeito "voltar pra casa"....férias? Se pudesse passaria elas inteiras na tia Angela, ou no Tio Helio,  ficava pra la e pra ca na maior alegria e nao, nao sentia saudades.......fui crescendo e perto dos 14 anos pela primeira vez achei que ia conhecer esse sentimento com o desencarne do meu pai, foi dificil, ele era muito presente apesar de nao morarmos juntos desde meus dois anos, eram varias ligaçoes diarias, fins de semana, piscina cheia de baloes so pra mim, arroz enformadinho naquele potinho redondo como nos restaurantes, muita conversa, muita brincadeira, o cuidado com as éguas.....e mesmo assim superei, é ate hoje uma saudade leve, gostaria que ele estivesse aqui trocando figurinhas sobre rock com Chris? Claro, mas curiosamente as vezes passo ate uns dois dias a tres sem pensar nele.
  Vim morar na França e mais uma vez achei que ia morrer de saudades, é......foi e é dificil, no primeiro ano nao ligava muito, estava curtindo a nova vida, novos costumes, a chegada do Mathieu, mas foi justamente com essa chegada  que vi a falta que fazem, o quanto deve ser gostoso ter a familia pertinho pra dividir os primeiros dentinhos, primeiros passos, a afliçao de uma boca cortada + urgernces .....mas tambem superei, penso todos os dias em todos eles, de uma ponta a outra da enorme familia, no que devem estar fazendo, no que poderiamos juntos estar fazendo, numa ilusionaria convivencia deles com as crianças, em como meus filhos iriam gostar de cada um deles por perto e por fim nas minhas oraçoes diaria, onde antes de dormir passo um tempao pedindo por cada um.
    Entao, aonde quero chegar.....nela, sempre ela!
 Esse ano eu descobri a verdadeira saudade, aquela que doi, que queima......aquela que em certos momentos voce se diz "eu TENHO" que aguentar, nao tem jeito né!, é uma saudade diferente, muito presente.
   Ontem ouvi uma musica e o refrao me fez pensar nela:


"ciao bella

les autres ont s'en fou
ciao bella
les autres s'est pas nous
ciao bella
tu manques à ma vie
jamais je n'oubli ta voix "


A traduçao fica mais ou menos assim:
 Ciao bella,
 Os outros,  nao nos importa
 Ciao bella
 Os outros, ,nao somos "nos"
Ciao bella
 Sentirei sua falta à vida toda,
Jamais esqueço sua voz.....

Pra quem nao conhece, aqui esta a cançao e melodia no clip completinhas http://www.youtube.com/watch?v=RBbUNAS5nMo

   Nossas conversas eram diarias, começavamos com um enorme" Bom diaaaaaaaaaa" no msn ou entao "buenos dias" nos dias em que uma de nos estava mais palhaça, ela do outro lado apenas pelo bom dia ja sabia como eu estava, um verdadeiro termometro temperamental.....a primeira parte da conversa era pra falarmos sobre o que rolou depois que ela ia embora da Elitravel, ou entao das noticias destaques da Globo, ou algum topico interessante que eu tinha debatido ou quebrado o pau no orkut , nossa, nao sei como nao dava calo nos dedos, e como ela conseguia ainda assim trabalhar hehehehehe, depois ela se dispedia pro almoço, era nossa parte preferida...."e ai, o que vai rolar hoje ??? _ Se eu disser, voce vai ficar com raiva!  --- Pode falar, eu gosto de sofrer....  ---- Vou no Japa hoje, ou entao ela me matava dizendo que ia comer um cheddar......talvez um simples arroz com feijao, frango e outras coisitas do KFC, as vezes um lanche rapido.....e eu dizia, bon apetit  safada!!! me chama quando voltar......e depois era a minha vez de implicar dizendo qual seria a janta......mas pelo dia era um tal de " Rê, to indo la no mercado ok! bjos"....."Rê, amanha vou na Karen hein, nao se preocupe nao, à noite estarei aqui!"..... "Volteiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii" e assim meus dias passavam correndo, falavamos sobre tudo, muita religiao, curiosidades nossas sobre o espiritismo das quais ela agora tem as respostas hehehehe, de familia, que é a nossa paixao, nosso combustivel......nossa era muito bom, nao pude dizer que Deus nao foi bacana com a gente, aproveitei muito, cada palavra, cada conselho porque eram muitos, apoio entao......nem se fala! Tivemos a oportunidade de dançarmos Xuxa com as crianças ano passado naquela festa fofa, de ir à praia juntas naquela viagem maravilhosa a Cabo Frio, nao fizemos tudo o que planejavamos, né Fê, mas o essencial foi feito!
   Minha vida ficou marcada por lindas lembranças, momentos que pensarei ate meu ultimo suspiro, se hoje sou feliz, devo uma boa parte a ela que me deu apoio demais pra tomar certas decisos que poderiam por em risco esse castelo que construi, alem de amor, minha gratidao sera eterna......e a saudades tambem, ate o nosso reencontro!
  Nao tê-la todos os dias no msn faz falta, muita falta........mas de certa forma nao é nada mal fazer aquele pensamento e ter  certas conversas que chamavamos de "esquizofrenicas" por brincadeira, saber que ela esta aqui  "respondendo" , mais perto do que antes, mesmo com o telefone estando mudo......eu sei que ela esta do outro lado da linha e isso basta!
 Ontem vi uma foto dela lindissima, como essa semana estou saudosa, vim aqui, mais uma vez falar dela......e virei tantas outras, afinal, flor roxa ou nao, ele esta aqui, enraizado de vez no meu coraçao, esse sentimento complexo que chamamos de saudades!

sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

Ponto negativo à Bledina ..... ate onde vai a audacia da industria alimenticia!

Hoje ao pegar minhas correspondencias achei ali no meio um pacote endereçado à mim que me fez repensar o quanto a industria alimenticia e acima de tudo a do meio infantil é inescrupulosa.
   Nao é novidade à ninguem que os corredores de maternidades e cabines pediatricas sao enfestados de propaganda das grandes marcas de leite em pò e de outros produtos alimenticios, os farinacios que sao açucar puro e outros .
  Aqui ainda na maternidade, no pré natal ganhamos varios livrinhos patrocinados por essas grandes marcas falando sobre gestaçao, saude e puericultura, vira e mexe leio uma merda das grandes ali dentro e na maioria das vezes o confronto maior é com a amamentaçao......enquanto a organizaçao mundial de saude e outros orgaos como a Sociedade Brasileira de pediatria (que é beeeem amiguinha da Nestlé!) recomendam a amamentaçao exclusiva ate os seis meses e pelo menos por dois anos, essas marcas fazem de TUDO pra alcancarem a simpatia e confiança das consumidoras , seus olhos brilham quando leem enorme numa lata 10 vitaminas + ferro e sais minerais....nao vou nem entrar na questao nutricional pois vitaminas e ferro tem a rodo em frutas e legumes fora o leite materno que em questao nutricional é imbativel, mas quantas maes nao acham o Mucilon por exemplo o produto do século?
   Ganhamos tambem varios produtos como leite em po, fraldas, produtos de higiene e recomendaçao estrita pra utilizar somente agua tal e tal na preparaçao das mamadeiras.....ate nisso estamos sendo controladas e direcionadas!
  O caso é que fiquei besta com a engenhosidade da Bledina e sua cara de pau.
  Ao abrir o evelope recebi promoçoes pra fotos, de lojas, coleçao Hachette de livros (tenho uma pinimba com essa empresa, ainda posto aqui sobre isso!) e o envelopao da Bledina endereçado à mim e Alexandre.
  Eles começam com " querida Juliana" e ai vai um trecho da tal cartinha:

  "Alexandre esta com 4 meses (olha o controle!!!) e tomou tanto espaço com sua existencia que voce nao se lembra mais como era a vida sem ele. (Jogada de marketing sentimental, falou de bebes, tem que falar na mae perfeita!)
    Ele é curioso e leva tudo à sua boca. [O momento de faze-lo descobrir aos poucos outros alimentos alem do leite chegou. "]   Essa ultima frase esta em negrito !
  Continuando : " Sim, mas quando conhecemos a importancia de uma alimentaçao adaptada sobre o desenvolvimento da criança, nos nao temos vontade de fazer de qualquer jeito.
   È por isso que Bledina reuniu os [conselhos de experts] (negrito, claro....falou em experts as mamys ficam confiantes, eu tambem posso dizer que sou expert, e ai?) para vos ajudar a da-los [alimentos especificos]  que convem ao seu [pequeno organismo ainda fragil].
  Nada de sal, nao muito açucar (Ahhhh entao contem açucar!), frutas preservadas da poluiçao, legumes cultivados sem agrotoxicos, e de porçoes na medida....Voce achara respostas precisas e documentadas pra abordar essa etapa com confiança.
   Aproveite tambem do [carnet de descontos]  e de tudo sobre os produtos adaptados nas [fichas praticas] aqui reunidas.
      Encontro marcado em alguns meses, Amandine HARBIS LALANNE (Doutora em nutriçao da Blédina)

  Eu nao tenho nada contra esse tipo de produto, ate porque, Mathieu nos primeiros meses de alimentaçao, ate comer da mesma comida que eu, começou a sua alimentaçao  por diversos fatores(cozinha minuscula, duas placas pequenas pra cozinhae e geladeira mini...)  com papinhas industrializadas, acho interessantissimo a quantidade e qualidade das mesmas, tem de tudo, do peixe à carne de carneiro, todos os legumes possiveis e hoje ate organicos temos , as pratileiras aqui sao imensas, bem diferentes do espaço apertadinho ai no Brasil onde temos umas cinco variaçoes diferentes e todas da Nestle, mas acho um absurdo esse marketing pesado, ler a todo canto o quanto esse produtos sao necessarios quando na verdade nao sao, e acima de tudo, essa questao da alimentaçao começar antes da hora.
  Ok, tem maes que trabalham e fica dificil dar somente o seio e por isso algumas entram mais cedo com frutas e sucos pra nao complementar com o leite em pò, mas aqui na França a amamentaçao que ja é baixissima, fica praticamente invisivel  com tanto estimulo e facilidade que essas empresas oferecem.
   Pra que dar leite +2 colheres de legumes aos quatro meses de um bebe antes de dormir? Alias, ate aqui  eles recomendam SO o leite em pò ate os seis meses, pra que essa insistencia de dar compotas de frutas antes do tempo?  Suquinhos, farinaceos seja de legumes ou chocolate, baunilha e afins pra engrossar leite? Com o problema da obesidade rolando a solta, porque nao fazer as coisas direitinho?
    Eles praticamente afirmam a necessidade de uma "pré-alimentaçao" nesse periodo de 4-6 meses quando sabemos que isso nao procede......eu leio e me informo, mas aquela mulher que faz tudo na correria ou entao CONFIA nessas marcas, da os produtos de olhos fechados somente por ter visto enorme no pacote o "indicado para 4_6 meses".
     A unica coisa que colocaram ali em destaque e que é verdade, ou meia verdade, é que ate o primeiro ano do bebe o leite, seja materno ou em pò, é o principal alimento, que ate ali eles estao em aprendizado e nao sao obrigados a raspar prato como muitas maes adoram ver.....ahhh se elas soubessem quantos probleminhas esses habitos e esses produtos à principio inofensivos podem trazer futuramente pra saude e habito alimentar da criança.
 Enfim, fica aqui a minha indignaçao pela falta de apoio ao aleitamento materno e a industria suja onde o marketing pesado faz a lei.

 Pra finalizar, numa das propagandas fofas (porque isso sao mesmo!) da Blédina, aparece uma mulher nua sentada de costas numa cama, clima de calma, lençois claros, quarto iluminado e ao olhar de costas, voce tem a impressao de que a mulher esta amamentando, ate que a camera muda de angulo e a mamadeira ganha destaque, ate ai, nada de mal.......mas o tiro de misericordia fica pra fala do locutor que diz:
   " Bledilait, provavelmente o melhor leite depois do seu"....ok, mas a coisa nao seria grave se esse "depois do seu"  nao fosse de proposito pra jogar com o imaginario das pessoas, seria depois de amamentar  à longo prazo ou depois dos seis meses da criança, ja que muita gente acha que depois dos seis meses amamentaçao nao serve pra nada? Sacou ai a jogada. Fica clarissimo que é depois dos seis meses de amamentaçao pois ao completar um ano, o bebe esta apto pro leite de vaca normal e assim como temos o Ninho ( que eu nao indico) no Brasil, aqui temos outros nao em pò mas em garrafinhas normais mega reforçados com ferro e outras coisitas e aromatizados a baunilha por causa do cheiro e gosto forte do ferro, outro produto desnecessario mas que deixa as maes com a conciencia em paz, entao é claro que a Blédina indica esse seu leite "de suite" e pela logica mostra que eles nao apoiam (obvio) a amamentaçao prolongada, ja que esse leite da propaganda é aquele que aqui chamamos 2eme age, que vai dos seis meses a um ano do bebe.

    Esperando daqui a um mês e meio outras fichinhas e mais bon de redution pras papinhas ..........sorry Blédina, agora tenho cozinha, freezer e feira na minha porta, papinhas so em casos emergenciais!


quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

Furando novamente....

Olha eu sumindo de novo......pois é, essa semana foi corrida, depois de uma semana com todos caindo doente a tour de role, foi a vez de Chris partir pras suas ultimas datas da tournee.....doente!
   A tournee acabou mas o trabalho nao e a correria continua, amanha é a comemoraçao do aniverssario do Mathieu na escola, passei duas semanas anulando pois queria que Chris estivesse aqui pra me ajudar a carregar as tralhas de carro  mas tudo em vao, no ultimo momento a primeira esposa declarou que ele partira amanha, uma hora antes de eu sair pra levar Mathieu à escola, conclusao.....amanha as oito da matina meu hall vai tremer.
  Nao paro de pensar, o que faço primeiro...baby nao gosta de ser colocado no carrinho, logo quando é posto ali chora, tenho que dar a partida imediatamente, estarei sozinha com tres crianças, dois bolos, tres litros de suco, uma sacola com 27 saquinhos surpresa e terei que escolher por onde começar, acrescentando um pequeno detalhe, Ciça desde semana passada decidiu nao mais andar, logo ou ela vai no sling e baby no carrinho, ou entao ele na echarpe e ela no carrinho.
   Se ela for no carrinho, terei quase 17kg a empurrar com baby amarrado, sendo que o que faço primeiro, desço com as tralhas e amarro baby depois ou amarro baby antes e desço vaaaarias vezes pondo as tralhas no carrinho?  E ao chegar na escola????Affe, vou parar e deixar pra me virar na hora pois sao tantos SE que vou enlouquecer e desistir.....

  Ontem, por conta de Chris trabalhar hoje e viajar amanha de manha, passamos a madrugada (porque tem que ser quando meus anjos dormem) a dentro trabalhando, eu embalando e terminando os saquinhos surpresa e Chris fazendo os dois bolos, ambos choco total, como Mathieu pediu.

  Terminei meu trabalho as tres mas Chris ficou ate quatro e meia pra terminar tudo.......cansamos mas valeu o resultado, tenho certeza de que ele ira gostar e os amiguinhos tambem. Ia fazer os cups mas ele pediu e frisou, queria um bolo redondo , grandao e de chocolate.........ai vai o resultado de tanto trabalho:
Ahhh, agradeço ao Ramon que me deu uma ajuda pra dimunuir o desenho dos piratas pois a zero à esquerda aqui, nao conseguia.

 Mathieu ainda nao viu nem o bolo e nem os saquinhos, to doida pra ver a carinha dele de felicidade!

sexta-feira, 27 de novembro de 2009

Acessorio.......

  Quanto mais leio e converso com amigas, tenho a impressao de que surgiu um novo tipo de homem no mercado, o homem acessorio.....pois é, a mulher TEM que ser bonita, cuidada, estudada, trabalhadora, garantir sua grana pra nao depender de ninguem, ai casa....beleza, voce acha que a vida dela vai mudar pra melhor né, casamento é soma, filhos é consequencia mas eis que ela se enfia num buraco sem fundo, ela TEM que continuar garantindo seu salario, é ela que faz a educaçao dos filhos (em partes, bem feito! Tem mulher que ainda acha que so mae sabe fazer as coisas né!), cuida da casa, administra as finanças e o cara??? Ahhh ele SO trabalha, passa o tempo livre vendo TV, vai curtir um foot no bar com os amigos, quando nao vai no clube jogar, vai tomar aquele banho demorado que a madame nao toma ha séculos e nisso a mulher continua reclamando da sua posiçao.......mas quem é que esta escolhendo isso tudo????? Caramba, sera que da pra jogar um pouco mais de responsabilidade nas costas largas dessa homarada? Santo Dieu, ai do Alex ou Mathieu se vieram com esses mimimi sacaneando minhas noras, sou contra palmadas mas depois de velha a gente muda o conceito e as havaianas vao rolar!

     Ontem em uma comunidade apareceu uma colega que esta recolhendo depoimentos afim de escrever um livro querendo saber da situaçao no geral e sentimento das mulheres que pararam de trabalhar por uns tempos pra se dedicar à familia, eu respodi toda faceira e so depois cai na real que no fundo, nao vai passar de mais uma elaborada tese que no fim mostra que nos mulheres devemos sempre nos garantir, nao podemos viver nada plenamente pois sempre seremos sabotadas pelos homens, que abandonar carreira ou um emprego de merda sempre trara arrependimento pois certamente seu marido jogara na cara o sustento, ou pior, vai que ele arranje outra e voce fique jogada dependendo de pensao ate se restabelecer......ta, pode acontecer, mas E DAI?    Casamento, filhos, tudo se resume somente à mulher? Nao é plano à dois????

 Quando rola uma tragédia com uma criança aparentemente sem responsavel no momento do ato, as pessoas sempre perguntam, cade a MAE? Tah, mas ai eu pergunto, cade os PAIS????? Se homens nao assumem mais o basico do basico, servem pra que entao? se é pra ser acessorio, melhor nao casar, nao contruir planos algum, ainda da a oportunidade da mulher esperta mudar o cardapio quando estiver afim, pois comer arroz e feijao todos os dias tem preço e se o preço nao vale à pena ......

 Tem gente ai que vai dizer que "so pode ser despeito", ja que ela é "dona de casa"......é, sou mesmo e HOJE dou valor pra caramba e ensinarei meus filhos a darem tambem, é serviço 7jours/7 sem folga......a remuneraçao? Ué, é ver meus filhos felizes, bem educados, eu igualmente feliz de ter tempo pra jogar fora aqui na internet e ainda fazer cupcakes....acho que as pessoas nao sabem mais o que é familia, o conceito se perdeu.
  Ficar em casa nao é SO cuidar de filhos, filhos nao sao acessorio, alias, nao deveriam ser NUNCA, homem ainda se garante nesse posto mas filhos nao, eles deveriam ser prioridade, tao mais facil nao tê-los .....nao sou contra a mulher no trabalho, seguindo carreira, pensando em si, nada disso....cada um tem suas prioridades, mas acho triste e decadente a mulher ser pressionada a fazer TUDO ao mesmo tempo com receio de um futuro dependente, filhos é projeto à dois, precisa de cuidados, nada mais natural que um cuidando e o outro sustentando, nao é favor nao, é dever.......e se eu um dia levar pé na bunda, Chris vai se desdobrar pra pagar cada centavo do trabalho rendido às crianças, pois o resultado nao é so pra mim, é NOSSO, filhos bem cuidados ou mal cuidados é mérito do casal.....entao, se algo der errado, ele vai ter a parcela de culpa tambem, ate porque, mesmo que fosse omisso, omissao é crime......

   Entao amiga, se voce sai as sete da matina, passa o dia todo trabalhando duro, ligando pra empregada pra saber se as crianças almoçaram e ja foram pro ingles, pensando nas unhas que nao deu pra fazer, naquele churrasco de gente chata que o marido inventou de ir no sabado, seu unico dia de "repouso", pensando no que fazer quando chegar em casa, ja que tem no leque de opçoes jantar, guardar roupas, dar atençao as crianças, ver TV, tomar banho pois voce é gente......para e pensa, o que voce esta fazendo por VOCE? Vale a pena esse esforço todo? Enquanto voce esta com a cabeça fervilhando, o acessorio esta la, no trabalho dele pensando que quando chegar em casa, ele vai jantar, tomar aquele banho e te pertubar pra estar disponivel pois afinal, a concorrencia existe né.....eu hein, medo dessa sociedade onde a mulher é responsavel por tudo, e eu que pensei que as feministas batalhavam pela DIVISAO, nao pra carregar o pacote inteiro sem ajuda alguma!

domingo, 22 de novembro de 2009

Ha 5 anos atras.............

Ha cinco anos atras eu estava entrando numa vida totalmente nova, estava prestes a entrar de cabeça num mundo que nunca imaginei , ha cinco anos Mathieu chegou, como uma estrela cadente......rapido, antes da hora (pra mamae né, pois 38 semanas ja é dentro do prazo!), iluminando como um sol as nossas vidas.
  Quanto aprendizado....sempre estive a ouvir pais ensinando, educando, mas ninguem nunca me disse que ao ter um filho EU iria aprender tambem, me educar mais ainda, fazer coisas que nunca pensei em fazer e com um imenso prazer, logo eu tao preguiçosa, tinha tanto medo de nao dar conta......ainda gravida pensava _ "Caramba, como vou fazer naqueles momentos em que a gente tem preguiça ate pra ir fazer xixi?", como vou fazer pra suprir tudo sem reclamar? Sera que vou ter paciencia? Logo eu, tao grossa, tao impaciente.....como me transformei, nao...ainda nao cheguei à perfeiçao, se é que chegarei, mas com certeza Mathieu me ensinou e ainda me ensina muito, foi um bebe maravilhoso e é uma criança fascinante, meio mundo da lua de vez em quando mas espertissimo, sensivel e carinhoso.....quem diria que aquele bebe gorduchao ia crescer tao rapido e se transformar nesse rapaz lindo que adora pular e comer chocolate, que se amarra num playmobil,  pede historias pra dormir e joga bola cheio de marra......

   Hoje comemoramos como ele gosta, acordou todo feliz ja sabendo que teriamos visitas, esperou pacientemente ate Sophie, Marianne e Noelic chegarem.....almoçou, e enfim chegou a hora que toda criança espera, os presentes!!!!   Ganhou mais LEGO e Playmobil pra sua coleçao e passou a tarde "alugando" o novo tio com os jogos, assoprou velinhas, comeu dois pedaçoes de bolo, mousse de chocolate e correu novamente pro tapete para brincar......falou com papai pelo telefone mas esnobou a ligaçao da vo Sara, Papi Claude e Bisa Mary......o unico ponto baixo do dia foi Ciça, ela como toda leonina gosta de exclusividade e resolveu ficar dodoi agora, depois de todos melhorarmos.......acho que teremos mais uns dias de remedios por aqui!

 Parabens filho, mamae nao tem palvras pra dizer o quanto te ama, o quanto sou feliz por ter voce e seus irmaos, voce é especial .........
 


   Reparem nos palitoes de fosforo no bolo, pois é....comprei velinhas branquinhas lindas mas nao sei aonde estao, revirei a cozinha toda e nada.....tinha que rolar um improviso né!


Olha o bolo ai....apesar da correria, consegui fazer, nao saiu como eu queria mas ele adorou, tadinho, criança se contenta com pouco mesmo né.......

Brincando e se escondendo da camera......no flash please!




Ps:   Baby fez quatro meses ontem mas o post dele vai amanha, com foto e tudo pois o pc esta travando e nao consigo mais postar!

sexta-feira, 20 de novembro de 2009

Sera que ele é cesarista????

Agora que todos ja sabem que Creyce esta gravida, pensando no bem estar do meu sobrinho e tentando ajuda-la, ja que essa caminhada é totalmente nova pra ela, vou escrever em resumos algumas dicas pra ela se dar bem na gestaçao em rumo ao parto normal que ela quer.....
  Pra quem nao sabe, Creyce é a Carol do tio Hélio......esse  apelido  era do tempo em que faziamos facul juntas, encaravamos longos engarrafamentos e de tanto zuar, pegou, de maneira que Chris por exemplo so a identifica como Creyce pois vamos combinar?! Carolina é um nome lindo e portanto temos mais de um na familia e a cada dialogo isso da um rolo kilométrico de explicaçoes de quem é quem.

 Voltando nos cesaristas, nao é segredo ou nao deveria ser pra ninguem que de todas aquelas mulheres que dizem querer um PN , sao poucas as sortudas que consegue, ate porque, EU falo de parto digno, esses do tipo escabrosos que as vizinhas , tias e manicures adoram contar, ficam totalmente OUT da minha lista!
 Médicos de plano de saude entao....terreno pegajoso, sao raros aqueles que encaram e SABEM encarar um PN como deve ser, entao aqui vai uma listinha pra Creyce usar toda a labia dela (pois ela tem!) pra saber se o Dr simpatico e bacana dela vai realmente ASSISTIR (pois quem faz o parto é a mulher) seu PN e acima de tudo, sem aquele monte de intervençoes que alem de acabar com a beleza da experiencia, podem desencadear uma cesarea que inicialmente nao seria necessaria.

  Creyce, atençao....chegue la com o seu sorriso e simpatia de sempre e diga que como toda gestante voce esta ansiosa e queria saber mais detalhes sobre o parto, se ele disser ok....vambora,  se ele vier com papo de que so mais pra frente voces verao isso, começe a prestar bem atençao!!
  Claro que voce vai insistir e dizer que tem umas perguntinhas pois sabe como é né, todo mundo fala muita coisa e voce acabou ficando cheia de duvidas, quem melhor que o seu médico pra esclarecer (essa parte ele vai gostar!).
  Pergunte a ele quantas semanas dura a gestaçao pois cada um fala um troço....se ele disser eu so espero 40 semanas, game over, EU daria um Hasta la vista baby e caçaria por outro, mas se ele disser que dura 42 semanas com monitoraçao mais intensiva nas ultimas duas semanas, nada mal;

Ai emendando nessa pergunta, e ainda fazendo alusao às manicures e menssageiras da agonia (sim, pois basta emprenhar pra topar com uma a cada 2KM), manda aquela de "E se passar da hora???? Porque Dr, tem gente que ja me disse que TEVE (adoro esse teve bem enfatico!) que ser cesarea pois o bebe nao deu sinais.......se ele nem tocar no assunto induçao, sim, pois induçao existe.....dificilmente voce vai parir com esse senhor, a nao ser que Nossa Senhora do bom parto seja bem sua amiguinha e te ofereça o PQ como presente, o famoso parto quiabo que pode rolar ate no taxi, sonho de consumo de muitas loucas como eu!

 Pergunte tambem se é necessario voce ficar no soro, se ele disser sim...ai ai ai! Se faz PN, gosta de intervençoes, pergunte sobre a sua liberdade de escolher a posiçao final, se voce podera ter movimentos livres durante o TP ( trabalho de parto) ou se sera obrigada a esperar deitada na cama; legal saber sobre acompanhantes, se voce podera ter quem voce escolher na sala de parto e pergunte a ele o que ele acha de uma doula.....essa é boa pois vai mostrar se ele tem algo contra a ser observado por quem entende da coisa ou nao, cesaristas nao gostam de doulas pois eles perdem terreno e inventar desculpas escabrosas perto de quem tem o minimo de conhecimento é mais dificil.

 So acrescentando, ja que Carol/Creyce é novata, doula é uma profissa bacana que costuma a acompanhar as gestantes antes, durante e depois do parto dependendo do acordo, ela manja muito da coisa, aplica massagens, da palavras de conforto, procura maneiras nao farmacologicas de minimizar a dor, enfim, é a tia Angela do parto.......

 Bom perguntar tambem em caso do bebe estar sentado (pélvico), se ele mandar logo o veredito cesarea, péssimo, se ele disser que ainda tem tempo, que o bebe pode virar ate durante o TP, ou que existem tecnicas como a moxa, versao externa e acupuntura fora outros, bom sinal!!

 Mais algumas dicas pra ficar de olho:

 Médico que faz PN atrasa, da bolo por estar assistindo parto de vez em quando, nao fica pedindo milhares de exames pra se apoiar como cabide e tentar achar aquela pulga que mata a confiança de qualquer gestante, como um doppler sem necessidade.......simpatia deveria ser o ultimo criterio pra se escolher um médico pois à primeira vista, a maioria deles sao bacanas, mas em vista de um churrasco em familia, podes crer que voce ira pra faca com a desculpa mais deslavada possivel e quando chega nesse estagio a coisa complica, raras sao as que caem fora....

   Um site completinho e que tem um teste é o  Amigas do Parto (http://www.amigasdoparto.com.br/teste.html)    otimo pra quem esta entrando no terreno, essas que coloquei aqui de forma mais descontraida sao as minhas preferidas, mas tem muitas outras maneiras de saber se com aquele médico ali voce vai parir ou ser cesareada.......

  Carol, ainda vou por aqui muita coisa pra voce.......essa sua gestaçao so veio contribuir pro blog da titia aqui nao ficar vazio! bjao

Lei seca contra palmadas ja!!


Bom, fiquei de voltar aqui e falar mais sobre o assunto mas nao deu, ontem Chris partiu e estou eu aqui com os tres, dois de mau humor e um terceiro que esta em pleno pico dos 4 meses misturado com esse quase "ite" que invadiu seu corpinho.......foi punk ate pra tomar banho, mas pude exercitar a cada momento meu auto controle e nao distribuir aquela voadora que a maioria dos pais insistem em utilizar achando que é metodo educativo e pior, que tem resultados!!!
  Sou contra por fatos simples, desde pequena sempre fui muito observadora e nunca entendi aonde é que aquelas chineladas ali eram beneficas, eu quase nao ganhei, minha mae ganhou muitas e nenhuma delas serviu pra nada, nao vou por aqui detalhes dos sentimentos dela, do que as palmadas fizeram com ela, alias, nem com meus proximos, mas EU nunca achei aquilo ali educaçao, via descontrole, cansaço por parte dos adultos, imcompreensao, aquela coisa de EU mando e VOCE cale a boca, tem que ter punho, nao aprende com conversa (Han? QUE conversa?????) e mais, alguns tinham prazer em instigar crianças ao erro so pra mostrar quem é que mandava no chiqueiro, to FORA! Nao sabiam que evitar conflitos nao é da o braço à torcer, é simplismente usar da maturidade que justamente a criança ainda nao tem.

  Sei que muitos proximos ao me lerem vao achar que eu estou doida, ja outros, depois do susto, vao pensar bastante em cada chinelada, tapas, agressoes de todos os tipos que se aglomeravam naquela confusao e no fim hao de perceber que o que eu vi nao foi peça de teatro, que essa realidade nao foi paralela, infelizmente.
  Quando eu vejo alguem dizer que fulano é assim pois levou chineladas na hora certa, fico imaginando o quanto esse mesmo fulano nao poderia ser ainda melhor se nesses momentos de conflito tivesse uma mao estendida ao inves de uma mao voando com o primeiro objeto que conseguiu alcançar.


  Bater numa criança mostra covardia, crianças nao podem se defender, nao tem maturidade pra entender, nem sempre tem AJUDA dos pais e explicaçao suficiente , nao tem controle total do seu emocional ainda em construçao, birras, crises fazem parte dessa contruçao, sao panes corporais, isso é CIENCIA......palmadas minan a auto estima da criança, mexe com o sistema de aprendizado, o beneficio é ZERO, nao tem respaldo cientifico alguem, e pra quem é cristao, vai de encontro com qualquer palavra que Jesus escreveu por ai.

 Nao vou mentir dizendo que nunca bati nos meus filhos, ja dei sim alguns tapas no Mathieu, mas nunca me escondi atras dos meus erros nao, EU perdi a paciencia, o controle, dei por incapacidade, raiva, tristeza....pra educar?  Nao mesmo, se educasse, teriamos legioes de educados, amor, paciencia, compreensao, isso  é que educa....é dificil, mas é resolver agora ou ser confrontado mais tarde.

 Uma das coisas que mais me entristece é a relaçao de muitos filhos que apanharam tem com seus pais, é essa coisa de achar que mereceu, é essa relaçao de amor submisso, é essa falta de amor proprio, esse excesso de "respeito" que nunca existiu e eles insistem em manter, é nao querer destruir esse vinculo construido à base do medo, da agressao e ao mesmo tempo em alguns casos de carinho, é esse misto de sentimentos e magoas, é nao ter a coragem de dizer a si mesmo e de dizer aos seus pais que sim, houve acertos mas tambem houve erros....que pais erram como qualquer ser humano, mesmo tendo em objetivo acertar, erro é erro e agressao doi, seja fisica ou moral.
Nosso pais ainda tem uma taxa muito alta de violencia doméstica, violencia essa que é reflexo dessa agressao que começa na primeira infancia, uma criança que aprende que o mais forte, o mais "poderoso" em casa vence na mao, tera grandes chances de usar desse mesmo método com sua futura mulher, seus filhos, no transito........num pais aonde temos Lei Maria da Penha, espero  em breve termos alguma  lei destinada às nossas crianças pois se a sociedade estima que as mulheres nao podem ser agredidas nem com palavras e nao tem "força" para se defenderem sozinhas, quem dira nossas crianças....
  Pra quem vem com esses papos de que palmada faz muito bem obrigada, nao percam muito o tempo em comentar, nao sensuro nada mas nao respondo à ignorancia.....nao tem justificativa pra covardia, minha inteligencia nao aceita isso de forma alguma, e pra quem acha que palmadas sao os famosos limites, menos ainda.......precisa crescer muito e ainda  assim ficar nas pontas dos pés pra alcançar que limites sao extremamente necessarios mas com amor, nao com agressao.

 E pra refletirmos , porque SO as crianças podem apanhar? Porque nao batemos naquele chefe escroto que vive pertubando?  Ou no mal educado do supermercado que ainda nao aprendeu que nao se deve largar a porcaria do carrinho no meio do corredor dificultando o acesso de todo mundo??? Faltou limites pra esse cara? NAO, faltou EXEMPLO, faltou gente dedicada explicando como se vive em sociedade sem desrespeitar o espaço do outro.
   Vamos cuidar das nossas crianças, amor gera amor, ja agressao so  faz perpetuar a violencia!

terça-feira, 17 de novembro de 2009

Estamos dodoi!!!

Pois é, esse sumiço tem explicaçao.....quinta passada Mathieu à noite reclamou de dor de cabeça e na madrugada teve febre;
Na sexta decidi deixa-lo ainda em casa pois alem de ter dormido mal, nao sabia ainda daonde vinha a febre e nao queria que em caso de virose ele distribuisse pros amigos;
Ainda na sexta à noite ele teve mais febre, paracetamol e uma noite mais tranquila.
Sabado acordou bem mas à noite teve febre baixa  novamente, reclamou novamente de dor de cabeça e garganta arranhando (como é bom quando eles falam o que tem!!!);
Sabado de madrugada eu comecei a sentir dores pelo corpo e de madrugada a febre chegou;
Domingo acordamos baby e eu com febre e eu morrendo de dor no corpo, Mathieu acordou baqueado mas sem febre;
Domingo pela primeira vez baby teve dificuldades pra dormir, queria colo em pé e balançando e dimunuiu as mamadas;
Segunda acordei com a sensaçao de ter caido de um predio de dez andares, cabeça explodindo, pernas cheias de dores e caimbras, dor no quadril mas garganta em estado quase normal, Chris insistiu e com muita coragem me vesti e fomos à Dra Fontaine, a sorte é que ligando antes e chegando na abertura do consultorio à tarde, ela nos passou à frente dos 10 idosos que enfeitavam a sala de espera, claro que eles devem ter os desejado a morte mas nao quis nem saber, resultado:
 Mathieu com virose e ites provenientes da garganta, coisa da moda, pegou na escola;
 Eu com uma tal sinuzite seca, inflamaçao enorme na testa e afins e garganta querendo ferrar;
Alex com garganta vermelhinha e uma otite querendo aparecer, otimo bilan de outono hein!
  O resultado foi ATB pra todo mundo, corticoide pra baby e eu....uma droga( ou melhor, varias delas)!
 A ultima vez que tomei ATB tem mais de um ano e foi por causa da plastica, nunca tomo, bicho poderoso, hoje estou NOVA, ja faxinei, ja encarei a rouparada, dei muito colo pro Alex sem reclamar de dores e ainda inovei na janta! Tudo nos conformes mas ainda ficaremos com essa remedada toda ate domingo.....


  Ahh, essa semana ,dia 19 é o Dia Mundial Pela Prevenção da Violência Doméstica Contra Crianças e Adolescentes.
  Anualmente rola uma blogagem coletiva promovida pela PR (comunidade Pediatria Radical no Orkut) e esse ano vamos participar, claro......como sempre o nosso tema e lema é "Bater em criança é covardia!!!"
   Alem de colocar minha experiencia pessoal  e opinioes sobre as tais palmadas, vou postar aos poucos textos que sempre confirmaram minha linha de pensamento, estudos, numeros, enfim, coisas interessantes sobre as palmadas, vamos bater bastante nessa tecla pois em paises como o nosso ela ainda é amplamente utilizada tendo ligaçoes direta ou indiretamente com a violencia domestica......besos!!

sábado, 14 de novembro de 2009

Eu vou ser tiaaaaaaaaaaaa!!!!!!

Aeeeeeee, enfim uma prima minha gravida.....nao posso dizer ainda quem é, vou deixar algumas pessoas curiosas por um tempo, acho que vou ate combinar com ela de esperar uma semaninha a mais antes de dar as boa nova!!!!

   Hoje, estava eu aqui calminha na net quando recebi a novidade  na lata   da mais nova mamae do pedaço, ela foi diretissima, nem esperava.......achei que era sacanagem mas nao é nao! E ai, quem sera???? Nandoca???? Jamilinha??? Aposto que pensaram na Priscila né.......Sera que é Dani ou Carol???? Mari??? Joana????
  Nao vou falar..................nao por enquanto, mas posso dizer que ja chorei que nem criança de tao feliz que estou, ainda essa semana ao dobrar roupinhas do Alex, pensei em dessa vez nao mais me desfazer e guardar algumas peças pro primeiro sobrinho ou sobrinha....e nao é que ele ja estava encomendado!!! 
   Tem outra pessoa que ja esta mais do que feliz, alem da mais nova vovo no pedaço......Renatinha , claro.....ela esta la, do outro lado chocando o nosso mais novo baby!
     Feliz, eu estou muito feliz......espero que essa criança venha com muita saude e seja muito amado, tenho certeza de que a mae dele sera maezona!

  Tadinha, mal sabe ela que vai sofrer 7 meses (ela ja esta de dois!!!) nas maos de uma mega xiita do PN,e muitos outros meses de  quem tem pitacos pra tudo em materia de sono, amamentaçao e afins.......

quarta-feira, 11 de novembro de 2009

Maes nao tem direito a TV!

Ha  mais de 4 anos, meu novo vicio ficou por conta da internet, passava o dia conectada (e ainda passo) e interagindo com todo mundo la do outro lado do Atlantico, TV.....nem pensar, eram raros os momentos em que via e foi ai que meu lugar no sofa sumiu......aos poucos, as crianças e Chris foram pegando o espaço por completo e hoje eu sou a ultima a dominar o tao cobiçado controle remoto!

    Como muitas crianças, os meus tambem gosta do aparelho maldito, cada um com seus desenhos preferidos, Ciça por exemplo larga tudo pra ver Barbapapa, Wubbzy e Douguie, ja Mathieu era fan de Oggie e as baratas, e como sai do Gulli pro Piwi, o preferido dele fica por conta de Barbapapa e Franklin e seus amigos....... o horario deles é o da tarde, quando Mathieu volta da escola e  quando nao rola parque, mas com a volta de Chris à tournee e horarios meio bagunçados, quando Chris esta em casa os danados se aproveitam pra ficarem ate 20:50 na frente da TV, e é justamente nesse momento que rola o prime time aqui.

 Ontem declarei guerra e reconquistei meu lugar no sofa, com o aniverssario de 20 anos da queda do muro de Berlin e do mundo comunista, a TV estava pipocando de documentarios e mesas redondas interessantes, mandei os guris pra cama cedo, nem tirei a mesa do jantar, corri pro banho e sentei..........mas ai a guerra foi contra outro inimigo, o sono!
Droga, to naquela fase pos que por mais que voce durma, nunca é suficiente, os caras la falando, imagens interessantissimas, o clima esquentando e eu lutando para os  olhos nao fechar, por fim, renunciei!
  Isso sempre rola quando o programa é bom, se fosse uma porcaria do tipo Maman cherche l'amour (programa de barangas encalhadas e com kit, claro, que num programa procuram a alma gemea!) o sono nao se faria presente, mas como era cultura,  eu tinha que estar morta e perder o melhor do programa!
     O jeito é continuar assistindo enquetes impossibles as 10 da matina quando tudo esta calmo e eu acordadissima!   
 

terça-feira, 10 de novembro de 2009

Um video que fala por si so!

http://www.youtube.com/watch?v=9QDOIVkMEuI



  Alex esta um fofo, a duas semanas de completar 4 meses, baby ja leva as duas maos à boca, ja faz besourinho e da altas cuspidas, baba demais, fala pelos cotovelos, ri muiiiiiiiito, tenta se virar jogando as coxas pesadas pro lado, ja reconhece todo mundo, se amarra em ver Mathieu brincando, gosta de dançar com mamae, dorme que nem um anjo.....é perfeito! Esta pesando 6.410kg e nao, nao sei quanto esta medindo pois essa assistente da PMI nao fala nada  e a preguiçosa aqui nao faz o esforço de tentar enxergar no carnet de sante dele a medida no grafico!


     

sexta-feira, 6 de novembro de 2009

Chocoterapia!

Enquanto eu degustava  um  cupcake  nova tentativa com saco de confeitero, olha a falta de jeito da moça!), Ciça, que é atenadissima, Cool , rebelle et branché ( é, ela é quase uma adolescente, ja que passa 1/3 do tempo com TPM!) estava ali, ha apenas dois metros do meu nariz de palhaça fazendo o que mais gosta.

  Como ela nao costuma comer o bolinho, mamae inocentemente cedeu um potinho com butter cream chocolate frosting (vulgo, glace de chocolate), pra ela COMER.......eis que ao olhar pra tras me deparo com isso:



Porque so comer nao basta, o negocio é hidratar beeeeem a pele, sentir o  cheirinho do chocolate, espalhar no tapete, passar no cabelo que ela ODEIA lavar........e quando a gente pergunta, Ciça....ta bom ai???? ça va cherie???
OUIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII!!!!!!




Gritar? Me descabelar???NAOOOOOOOOOOOO, isso é coisa do passado, ela na chocoterapia e eu na phototerapia, estou ha dois dias fazendo terapia grupal na PR (sou normal, juro!) pelo bem dos ouvidos da gurizada, nada de gritos, nao criemos panico......lingettes (nada ecologicas, hunf!) à mao e tapete brilhando novamente em segundos!  O melhor foi a carinha dela esperando aquele sabao .....é filha, mamae esta se aprimorando!

    E Alex em tudo isso?? Enquanto eu bobeava acummulando calorias desnecessarias e Cecilia passava chocolate no corpo, ele estava assim, tranquilinho dormindo!



quarta-feira, 4 de novembro de 2009

E os furos começam a aparecer.............

Pois é, esta certo que nesse aqui escrevi com mais frequencia mas essa semana nao apareci, ai vao as "justificativas" e o que fiz e ando fazendo nesses ultimos dias:

  Sabado fui à Solene com as crianças, pra quem nao sabe, é minha amigona mae de duas menininhas da idade dos meus e igualmente mulher de intermittent , fui de trem, claro,  e as crianças adoraram.  O final pé no saco ficou por conta da minha bolsa esquecida no mercado que esta la ate hoje ( heeeeeee Juliana!!!!), liguei, guardaram e estao esperando a dona resgatar a bolsa com um casaco duplaface, uma combinaçao de inverno e sapatinhos de princesa!

 Domingo Chris chegou, o que significa que rola uma atençao a mais e tempo a menos no pc;

 Estou lendo um livro, se chama Jamais sans mes soeurs (Jamais sem minhas irmas) e conta a historia de uma familia adepta da seita "enfants de dieu", ou em portugues " A familia internacional" que foi criada e levada à anos pelo falso profeta Davi Berg, o MO.......impressionante como as pessoas podem ser manipuladas e ter seus valores virado  às avessas, num mundo onde mistura muita violencia psicologica, crianças cresciam na lei do amor onde tinha de tudo, menos amor.....no fim de 12 anos dentro da seita metade de uma familia inglesa decidiu colocar a boca no trombone e tentar reunir a familia novamente....ainda nao acabei mas recomendo qualquer leitura sobre o tema!

 Estou tambem ainda pensando nos saquinhos surpresas de Mat, programando o dia em que Sophie e Marianne virao comer bolo com ele, o dia em que Solene e as crianças virao e o dia em que vamos comemorar na escola......pois é, tudo muiiiiiiiiiito organizado, ja que com essa de fazer bolinhos e acima de tudo decorado, vou ter que começar um seculo antes pra nao dar zica!

Quinta rolara à volta as aulas, estamos no periodo curto de ferias da Toussaint .....

  Quinta tambem rolara a consulta mensal do Alexandre, vamos ver com quantos kilos meu baby boo esta pesando e dar a segunda dose da rotavirus!


  Ahh, lembrei de um assunto que me tirou do serio essa semana, a moça do vestido rosa, é claro.........so digo que NADA JUSTIFICA, vergonha ao maximo desses alunos que pareciam detentos do Carandiru, ler as justificativas dos mesmos espalhados ai pela net chega a embrulhar o estomago, se vestir de forma inadequada é somente gafe, mas reagir daquela forma é serio demais, é falta de respeito, escrupulos, educaçao, valores, irmandade, eu poderia ficar aqui, desfiando um rosario.......
   Se fosse meus filhos, mil vezes ter uma Geise em casa onde o defeito seja ser sem noçao do que ter intolerantes mal educados, que nao pensam em momento alguem que humilhaçao DOI......vergonha!

quinta-feira, 29 de outubro de 2009

Uma solidao solteira - Carpinejar!



O texto é longo mas vale à pena....reconheci nele muitas situaçoes mas nao cheguei  a passar por tudo isso, minha solidao ja rolava mesmo antes da maternidade e  conforme o numero de filhos foi aumentando, as amizades foram diminuindo,  o interessante e melhor é que essas poucas amizades sao de qualidade, nao sao pessoas pra passar uma noite em boite se divertindo somente mas tambem pra te dar um help naquela noite onde marido nao se encontra e voce se depara com uma das tres crianças doente precisando ir ao PS.......

O que é ser mãe? É nunca precisar responder a essa pergunta. Diferente de pai, que sempre se explica e gosta de se explicar. Mãe parece que nasce sabendo, não importa a idade, não importa a disposição. Julga-se como um dom natural e um desejo de vida, desde o momento em que brincava de boneca na infância e formava uma família imaginária no quarto. Que menina, quando pequena, já não sonhava em trocar a roupa do filho ao vestir e desvestir sua Barbie? Ser mãe não é encarado como profissão nem deve, mas é tão estafante quanto um início de carreira. O papel é visto como prazer e dádiva. Para alguns homens, é reconhecido como o cumprimento de um ideal. Um sonho. Mas não significa que será fácil. E não é. Responde a um dos períodos de maior aprendizado, nervosismo e tensão. Durante a gravidez, a mulher se multiplica. Espiritualmente é duas. Ganha atenção dobrada. Seus pedidos mais estranhos são atendidos. Cavalheirismo e educação exagerados batem à sua porta. Não me refiro aos assentos vermelhos do ônibus e do metrô e dos guichês do banco, reservados a gestantes. Muito além disso: abrem-se os caminhos do entendimento e da cordialidade. Ela encontra uma paz de bosque, uma quietude social. Não é contestada, criticada, desafiada. Nada que prejudique o andamento da gestação. Sua fragilidade a ilumina de carícias.


DEPOIS DO NASCIMENTO, desconfia de que sua barriga serviu para um aluguel de luxo, que os familiares se importavam com a criança a vir, não com a criança adulta que se transforma em mãe. Paparicam o bebê e ela acaba de canto, alheia, sequiosa por um aconchego que não chega. Na hipótese de atravessar uma cesariana, dolorida e custosa, não receberá sequer algum questionamento sobre sua saúde. Andará sozinha, bem lenta, atrás do cortejo. A depressão pós-parto não é uma miragem, sinaliza desvalia.
De uma hora para outra, a mulher não é mais responsável pela sua existência, é responsável por duas vidas. Não poderá se dar ao luxo de pensar somente em si. Pensará em si por último, caso sobre tempo. Aliás, vejo que não é casando que a mulher deixa de ser solteira, ela muda efetivamente de estado civil ao gerar um filho. A dependência é substituída pela independência, no sentido de orientar e educar a criança.


POR MAIS QUE ESTEJA ACOMPANHADA de um marido companheiro e atento, é como se mandasse no campinho. É ela que deverá responder - ou acredita que deve responder - no surgimento de dúvidas e impasses. O homem ainda goza da regalia de coadjuvante, com atenuante de que não precisa conhecer tudo. Pai está aprendendo a ser pai, mãe está ensinando a ser mãe. A crença é que a mulher tem uma enciclopédia embutida no ventre.
Licença-maternidade não é uma licença poética. Não é apenas estacionar o filho na vaga preferencial do seio. Mal se recuperou do parto e enfrenta a multiplicidade de atividades. Não dorme pelo medo de dormir e deixar escapar um apelo do bebê e ser incriminada por omissão. A insônia é o de menos. Até encontrar a posição certa de segurar o nenê para não ter cólicas, até encontrar a melodia adequada que tranqüiliza o choro, até encontrar a postura confortável para não sofrer com dor nas costas, é uma arte.

ENTRE CUEIROS E TIP-TOPS, entre fraldas e lençóis, dificilmente será reconhecida em família pelos seus pequenos e imprescindíveis feitos. De que modo contar a terceiros e ao próprio marido o que fez? Que deu leite, arrumou as roupas, limpou o cocô, deu papinha e que essas operações tomaram o seu dia? As energias gastas em 24 horas serão reduzidas a um relato de três minutos. Dirão que é exagero. Começa a cobrança e a sensação de que não é compreendida.
O marido aparecerá em casa, leve e lépido, mais disposto (é claro), e brincará descansado com o filho, imitará sons de bichos, desfrutará da organização e de uma companhia para dividir as tarefas. Ele curte o que desejava para você. O pai é o parque, a mãe é dia útil. Resta assistir à alegria como se fosse sua.


IMAGINE UMA PROFISSIONAL HIPERATIVA mergulhar de repente nesse mundo em que nada aparenta acontecer e tudo acontece sem jeito de demonstrar? Ter a rotina reduzida a dez quarteirões do bairro, na faixa que compreende a quitanda, a farmácia, a praça e o mercado, como um exílio em sua cidade? Uma mãe recente é uma ótima crítica da televisão à tarde. Pela primeira vez, é capaz de opinar com fundamento sobre a qualidade dos programas.
De um comercial a outro, o filho cresce mais rápido do que supunha. O que adiava para fazer continuará adiando. Se nos preparativos, demorava séculos para definir a cor do enxoval, as decisões agora são rápidas e fulminantes. São para ontem. O filho largou o peito, deve então acertar a temperatura do leite, preparar a comida, optar pelas peças da gaveta. Será que ponho casaco ou não? Está quente ou frio? O ponto mais visitado é a bunda rosada da criança, para verificar assaduras. As mãos cheiram a hipoglós e não é de estranhar que a pasta branca fique nos vãos dos dedos no momento de dormir. E, quando toca o telefone, a mãe se envergonha de dizer que está segurando o filhote no colo e faz o impossível para que a voz na linha não note o incômodo. Um malabarismo para acalmar os gritos do pequeno, entender a conversa e ser educada. Mãe carrega muita culpa desnecessária. A maternidade é uma solidão desproporcional, uma solidão solteira em cama de casal.
A libido fica em baixa, não se tem a mesma vontade louca de transar. Nem é vontade, é disposição, condicionamento físico. Após desbotar o tapete do corredor no vaivém, não há como se arrumar. Arrepende-se dos espelhos no quarto adquiridos para projetar posições eróticas. O homem se aproxima dengoso e amoroso e a dor de cabeça é a saída menos explicativa. Existe um cansaço inclusive para DR (Discutir o Relacionamento).

A mulher se vê acima do peso, com os seios estranhamente grandes (talvez o homem goste da protuberância, esquece que o aumento é inchaço, dói e não é para ele) e a cintura se equilibrando com a transformação. Pela primeira vez, um maiô não é uma idéia insuportável. O corpo está longe da rigidez e para recuperar as formas antigas só com muita ginástica, musculação e sorte.

ELA ESTÁ DISTANCIADA DO NÉCESSAIRE, substituída pela sacola forrada de plástico, com pomadas, panos, bicos e o restante infinito do arsenal infantil. O máximo a fazer é paquerar a sinaleira. O único jeito de avançar no sinal vermelho é ali, com o carrinho de bebê na faixa de segurança.
Se não está aprontando e ordenando as coisas, está limpando a bagunça. Se não está encaminhando a criança ao sono, está dormindo junto. O banho de banheira da criança que encharcará o piso será o raro momento em que se ausentará, ouvirá novamente sua respiração e buscará informações atualizadas da rua.
Falei do trabalho, porém é o isolamento que mata. O pai age, na maioria das vezes, como um porteiro das visitas, cumpre a convenção social de mostrar o bebê para em seguida continuar suas conversas. Um elogio pra lá, um elogio pra cá, a criança abandona a cena e a mãe corre atrás, para atender as chamadas noturnas. Não há como acompanhar os papos entusiasmados e eufóricos. Escuta-se as risadas do quarto, com receio de que a criança seja acordada e tenha que recomeçar o acalento. Torce para que as visitas saiam cedo.
 
OS AMIGOS E AMIGAS DA MULHER, de contato freqüente, de repente desaparecem. No início, podem rodear o bebê, propor bilu-bilu e esganiçar dublagens. Exaltam o nascimento. No instante do socorro e exaustão, nenhuma alma por perto. Acontece uma segregação silenciosa e terrível. Alguns se afastam para não incomodar, outros para não serem incomodados.

Durante essa fase, os relacionamentos escasseiam também devido à exclusividade materna. Quem não tem filho pode achar esquisito, mas pais discorrem na mesa sobre quantas vezes a cria foi aos pés e a cor das idas e vindas! Ela encontrará dificuldade de conversar de outros assuntos que não os relativos ao seu filho. Afinal, seu universo gira em torno dele. Vai se aproximar de outras mães para dividir suas dores e delícias. Um dos motivos para que as reuniões das creches sejam longas. É um momento de desafogo e de cumplicidade.

A MÃE QUER SE SENTIR OUVIDA, falar do que incomoda na hora em que sente. Não depois quando já se confortou. Ou antes quando não entende. Tal jornal – mãe é para ser lida no dia. A pior coisa para ela é estocar sentimentos e apreensões, como quem guarda inutilmente papel velho. Mãe deve dizer o que a confunde de pronto e ser respeitada em silêncio até o fim, para que a preocupação não seja convertida em recalque.
Quando não está ao lado da criança, mãe padece com severa intensidade. Uma saída para se distrair – ou ao retornar ao trabalho –, e está ligando apavorada para a babá, solicitando relatos minuciosos dos últimos movimentos do rebento. Pavor de que não há quem cuide melhor do que ela. Ou pavor de que alguém cuide melhor do que ela.
 
O QUE É SER MÃE? É nunca precisar fazer essa pergunta. O que se experimenta em segredo, o esforço hercúleo, o afeto pontual serão recompensados com a telepatia. A mãe notará que é possível esconder seus sentimentos de qualquer um, menos de sua criança, que alisará seus cabelos no desalento com o pente das unhas e nadará com alegria em seu corpo em cada abraço. E basta observar que a criança imita seu trejeito, basta reparar que a criança segura os objetos com a sua firmeza, basta reconhecer na voz dela o galho florido de seu timbre, basta cheirar o cangote e descobrir quantas fragrâncias não foram criadas, basta vê-la caminhar longe do apoio, balançando como um pingüim, basta ouvi-la dizer “mãe” com a pausa de uma reza, basta ser surpreendida com as repetições de suas idéias, basta que ela invente novas possibilidades para linguagem, basta que ela ponha a digital em um cartão, que ela retribua o “eu te amo”, e as adversidades serão esquecidas. As adversidades já serão amor.




Publicado na Revista Cláudia Bebê, Edição 553, Outubro/Novembro/Dezembro de 2007, p. 58-64
 
    PS: Eu tirei ele da PR (comunidade Pediatria Radical no orkut!)