sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

Ponto negativo à Bledina ..... ate onde vai a audacia da industria alimenticia!

Hoje ao pegar minhas correspondencias achei ali no meio um pacote endereçado à mim que me fez repensar o quanto a industria alimenticia e acima de tudo a do meio infantil é inescrupulosa.
   Nao é novidade à ninguem que os corredores de maternidades e cabines pediatricas sao enfestados de propaganda das grandes marcas de leite em pò e de outros produtos alimenticios, os farinacios que sao açucar puro e outros .
  Aqui ainda na maternidade, no pré natal ganhamos varios livrinhos patrocinados por essas grandes marcas falando sobre gestaçao, saude e puericultura, vira e mexe leio uma merda das grandes ali dentro e na maioria das vezes o confronto maior é com a amamentaçao......enquanto a organizaçao mundial de saude e outros orgaos como a Sociedade Brasileira de pediatria (que é beeeem amiguinha da Nestlé!) recomendam a amamentaçao exclusiva ate os seis meses e pelo menos por dois anos, essas marcas fazem de TUDO pra alcancarem a simpatia e confiança das consumidoras , seus olhos brilham quando leem enorme numa lata 10 vitaminas + ferro e sais minerais....nao vou nem entrar na questao nutricional pois vitaminas e ferro tem a rodo em frutas e legumes fora o leite materno que em questao nutricional é imbativel, mas quantas maes nao acham o Mucilon por exemplo o produto do século?
   Ganhamos tambem varios produtos como leite em po, fraldas, produtos de higiene e recomendaçao estrita pra utilizar somente agua tal e tal na preparaçao das mamadeiras.....ate nisso estamos sendo controladas e direcionadas!
  O caso é que fiquei besta com a engenhosidade da Bledina e sua cara de pau.
  Ao abrir o evelope recebi promoçoes pra fotos, de lojas, coleçao Hachette de livros (tenho uma pinimba com essa empresa, ainda posto aqui sobre isso!) e o envelopao da Bledina endereçado à mim e Alexandre.
  Eles começam com " querida Juliana" e ai vai um trecho da tal cartinha:

  "Alexandre esta com 4 meses (olha o controle!!!) e tomou tanto espaço com sua existencia que voce nao se lembra mais como era a vida sem ele. (Jogada de marketing sentimental, falou de bebes, tem que falar na mae perfeita!)
    Ele é curioso e leva tudo à sua boca. [O momento de faze-lo descobrir aos poucos outros alimentos alem do leite chegou. "]   Essa ultima frase esta em negrito !
  Continuando : " Sim, mas quando conhecemos a importancia de uma alimentaçao adaptada sobre o desenvolvimento da criança, nos nao temos vontade de fazer de qualquer jeito.
   È por isso que Bledina reuniu os [conselhos de experts] (negrito, claro....falou em experts as mamys ficam confiantes, eu tambem posso dizer que sou expert, e ai?) para vos ajudar a da-los [alimentos especificos]  que convem ao seu [pequeno organismo ainda fragil].
  Nada de sal, nao muito açucar (Ahhhh entao contem açucar!), frutas preservadas da poluiçao, legumes cultivados sem agrotoxicos, e de porçoes na medida....Voce achara respostas precisas e documentadas pra abordar essa etapa com confiança.
   Aproveite tambem do [carnet de descontos]  e de tudo sobre os produtos adaptados nas [fichas praticas] aqui reunidas.
      Encontro marcado em alguns meses, Amandine HARBIS LALANNE (Doutora em nutriçao da Blédina)

  Eu nao tenho nada contra esse tipo de produto, ate porque, Mathieu nos primeiros meses de alimentaçao, ate comer da mesma comida que eu, começou a sua alimentaçao  por diversos fatores(cozinha minuscula, duas placas pequenas pra cozinhae e geladeira mini...)  com papinhas industrializadas, acho interessantissimo a quantidade e qualidade das mesmas, tem de tudo, do peixe à carne de carneiro, todos os legumes possiveis e hoje ate organicos temos , as pratileiras aqui sao imensas, bem diferentes do espaço apertadinho ai no Brasil onde temos umas cinco variaçoes diferentes e todas da Nestle, mas acho um absurdo esse marketing pesado, ler a todo canto o quanto esse produtos sao necessarios quando na verdade nao sao, e acima de tudo, essa questao da alimentaçao começar antes da hora.
  Ok, tem maes que trabalham e fica dificil dar somente o seio e por isso algumas entram mais cedo com frutas e sucos pra nao complementar com o leite em pò, mas aqui na França a amamentaçao que ja é baixissima, fica praticamente invisivel  com tanto estimulo e facilidade que essas empresas oferecem.
   Pra que dar leite +2 colheres de legumes aos quatro meses de um bebe antes de dormir? Alias, ate aqui  eles recomendam SO o leite em pò ate os seis meses, pra que essa insistencia de dar compotas de frutas antes do tempo?  Suquinhos, farinaceos seja de legumes ou chocolate, baunilha e afins pra engrossar leite? Com o problema da obesidade rolando a solta, porque nao fazer as coisas direitinho?
    Eles praticamente afirmam a necessidade de uma "pré-alimentaçao" nesse periodo de 4-6 meses quando sabemos que isso nao procede......eu leio e me informo, mas aquela mulher que faz tudo na correria ou entao CONFIA nessas marcas, da os produtos de olhos fechados somente por ter visto enorme no pacote o "indicado para 4_6 meses".
     A unica coisa que colocaram ali em destaque e que é verdade, ou meia verdade, é que ate o primeiro ano do bebe o leite, seja materno ou em pò, é o principal alimento, que ate ali eles estao em aprendizado e nao sao obrigados a raspar prato como muitas maes adoram ver.....ahhh se elas soubessem quantos probleminhas esses habitos e esses produtos à principio inofensivos podem trazer futuramente pra saude e habito alimentar da criança.
 Enfim, fica aqui a minha indignaçao pela falta de apoio ao aleitamento materno e a industria suja onde o marketing pesado faz a lei.

 Pra finalizar, numa das propagandas fofas (porque isso sao mesmo!) da Blédina, aparece uma mulher nua sentada de costas numa cama, clima de calma, lençois claros, quarto iluminado e ao olhar de costas, voce tem a impressao de que a mulher esta amamentando, ate que a camera muda de angulo e a mamadeira ganha destaque, ate ai, nada de mal.......mas o tiro de misericordia fica pra fala do locutor que diz:
   " Bledilait, provavelmente o melhor leite depois do seu"....ok, mas a coisa nao seria grave se esse "depois do seu"  nao fosse de proposito pra jogar com o imaginario das pessoas, seria depois de amamentar  à longo prazo ou depois dos seis meses da criança, ja que muita gente acha que depois dos seis meses amamentaçao nao serve pra nada? Sacou ai a jogada. Fica clarissimo que é depois dos seis meses de amamentaçao pois ao completar um ano, o bebe esta apto pro leite de vaca normal e assim como temos o Ninho ( que eu nao indico) no Brasil, aqui temos outros nao em pò mas em garrafinhas normais mega reforçados com ferro e outras coisitas e aromatizados a baunilha por causa do cheiro e gosto forte do ferro, outro produto desnecessario mas que deixa as maes com a conciencia em paz, entao é claro que a Blédina indica esse seu leite "de suite" e pela logica mostra que eles nao apoiam (obvio) a amamentaçao prolongada, ja que esse leite da propaganda é aquele que aqui chamamos 2eme age, que vai dos seis meses a um ano do bebe.

    Esperando daqui a um mês e meio outras fichinhas e mais bon de redution pras papinhas ..........sorry Blédina, agora tenho cozinha, freezer e feira na minha porta, papinhas so em casos emergenciais!


Um comentário:

Anônimo disse...

bom comeco