domingo, 23 de maio de 2010

Mudança da conciencia festiva.


Depois de mais uma festa infantil, algumas observaçoes e outras lembranças, estava à procura de um dos meus primeiros posts no orkut onde falava justamente sobre a diferença cultural na comemoraçao dos aniversarios infantis, na época, eu ainda recem chegada, assisti a um so de uma criança de seis anos mas conversando bastante vi que tinhamos diferenças enormes.......nao achei o post infelizmente, mas na ultima vez que li, ri muito e fiquei feliz tambem de ver como mudei nesses sete anos de França.
No post, eu dizia mais ou menos que os aniversarios aqui eram super sem graça, nao tinha grande coisa, nao tinha decoraçao, animaçao diferente......enfim, eu tinha PENA das crianças francesas que nunca viram uma festa do quilate das festinhas brasileiras........hoje, eu tenho PENA é de uma parte das crianças brasileiras que ja nao sabem mais festejar com o basico, nao sabem mais se divertir apenas com 100m² de espaço livre pra correr e muita imaginaçao!
Acho que na minha época ainda tinhamos festinhas à meio termo, rolava sim decoraçao, as regras chatissimas de docinhos so no final mas rolavam brincadeiras, me lembro de correr muito na casa dos meus primos, ou na casa das avos do aniversariante......era simples, bem servido mas cumpria o papel de festa!

Nao estou criticando totalmente a nossa cultura, nem a maneira a qual festejamos, mas me assusto sim quando vejo o quanto familias da classe média e ate pobres gastam pra festejar, varias perguntinhas hoje me saltam à cabeça:
Aquilo tudo é pra criança???? Ora, a decoraçao é bacana né, mas qual é o intuito de por algo numa mesa destinado às crianças se elas nao podem tocar e nem brincar? Fui numa festa em 2008 se nao me engano onde a dona da festa se encarregava de enxotar as crianças que se aproximavam demais da mesa pois os enfeites eram alugados......e as crianças com isso? Qual é o senso de por algo ali "pra elas" somente olharem???
Sera que as pessoas vao às festas pra comemorar e vibrar pelo aniverssariante???? Eu particularmente acho que nao, a maioria vai é pra aproveitar, nao que ha mal em aproveitar, mas acho que essa exoectativa que obriga o anfitriao a ser o melhor é u O........eu leio e ouço muitas maes preocupadas com detalhes, com o desenrolar perfeito da festa.....caramba, se eu sou convidado e estou indo pra vibrar pelo fulaninho e seu aniverssario, nao deveria ficar feliz mesmo que estivesse bebendo um copo de mirinda com uma so coxinha? Como é que as pessoas se dao o direito de reclamar que nao foram bem servidos ou que faltou bebida? Virou restaurante???? Gente que coisa mesquinha..... e pensar que a mae esta la a se preocupar com os convidados e esses so conseguem mirar suas barriguinhas cheias e seus filhos sorridentes depois de um enfeite de mesa caro, um saquinho surpresa, uma lembrancinha pra mae e os adicionais que sao moda hoje em dia.

Outra questao, se a festa é pra criança, pra que gastar grana com litros e mais litros de cerveja e outras bebidas alcolicas? Sera que os pais TEM que beber ainda que socialmente??? Ta, é radical e adimito mas sabe o que me vem na cabeça, aquela rodinha de pais bebericando como se estivesse num bar e as crianças mais uma vez entregues a monitores.....o que tem de errado? Se fosse uma vez ou outra, NADA mas sendo assim sempre, essa falta de interesse e de integraçao com as crianças, é TUDO, tudo de problematico!
Alias, esse é um dos grandes gastos da festa, ja que muita gente bebe como se fosse um ralo, enquanto tem bebida, tem espaço e como bebida é cara..........cade a criança nisso tudo? A festa é pra quem????? Ahh e sim, tem convidados que tambem reclamam quando ficam sabendo que terao de se contentar com coca cola ou guarana!

Acho realmente muito legal a facilidade das casas de festa e de alugar brinquedos como uma cama elastica, nao é algo que temos sempre entao uma vez ou outra é bem vindo mas desde que isso se tornou uma quase obrigaçao social, me fez pensar em como as pessoas tem dificuldade de dosar........alias, acho que o maior problema das festas infantis de hoje em dia é o apoio desenfreado ao consumismo........tem maes que se desesperam quando o marido chefao das finanças avisa que nao rolara festa esse ano porque a grana esta curta.....mas poxa, Zezinho ja escolheu o tema (ha os que escolhem a casa de festas!) e ai começa o desespero, ha quem passe um ano pagando a festa.....olha no meu raciocinio de pao dura assumida, isso é algo que nao desce nem com foie gras, pois ainda tem gente se endividando....acho que com essa grana poderia ser feito tanta coisa que acrescentasse realmente algo à criança, porque sim, é um momento feliz sem duvida, mas pra quem ja esta dentro da espiral do consumismo, é somente MAIS um momento.....ele quer mais, ja entra nessa festa pensando na proxima.....a cada novidade que aparece, por mais no sense que seja, as pessoas caem dentro sem nem pensar se aquilo ali vai realmente acrescentar algo à alguem, tirando a galera que vive disso né!
Eu como sou gulosa assumida e adoro festas, vivo caçando as novidades, mas confesso que tirando a parte animaçao, fico boba de ver a falta de conciencia em tudo, ate na questao ecologica, um exemplo???
Agora a moda é brigadeiro em tubo, tipo esses de pasta de dente , agora me expliqueim, PRA QUE? Voce gasta grana comprando aquela merda plastica, que sera LIXO (nada ecologico né), tem um trabalho dos infernos pra colocar o brigadeiro ali dentro, faz etiquetinha personalizada, e tudo isso pra criança dar uma chupada de tres segundos e devorar aquele trabalhao todo......cade o senso gente?
Alias, acho um barato o quanto as pessoas estao na moda da "personalizaçao", é batom de chocolate com a cara do aniverssariante, nome, data de nascimento.......tem o brigadeito de tubinho, tem o saquinho surpresa, a marmita surpresa, potinhos de papinha de bebe tambem personalizados, cones de guloseimas personalizados, trident, as caixinhas mints, uma infinidade de coisa,s tudo com a carinha do seu filho......caramba, no fim voce sai da festa dando graças a Deus de ter saido do mundo da fulaninha.......acho que cansa, fora que hoje em dia nao se escolhe mais UMA coisa, naooooooo, tem que ter todos os itens, a festa infantil virou competiçao, vale mais quem tem A ideia ou quem oferece tudo aos seus convidados.
Agora o que me faz delirar ainda mais e é o campeao do "vai pro lixo" éééééééééé.........o tal enfeite de mesa!
Tah, é verdade que uma mesa pura é sem graça, algo ali em cima fica fofo sim, nao vou negar, MAS falando em praticidade, alguem ai ja viu esses enfeites terem uso? Tirando a cristaleira da vovo, alguem mais guarda aquelas porcarias CARAS? Tem gente que diz mas poxa, tem calendario, pode ser decorativo pois é porta retrato e blablabla.....mas gente, alguem ai ja viu o seu enfeite reinar na casa ao menos da MAIORIA dos seus convidados? é claro que nao! Na maioria das vezes esse enfeite passa uns tempos no quartinho da criança convidada, quando nao vai pro lixo diretamente.....quem é que vai por na sala um porta retratos nada a ver com sua decoraçao???
Enfim, porque to escrevendo isso tudo???? Porque ontem pelo terceiro ano consecutivo ajudei a Solene a fazer o niver de uma das suas filhas e mais uma vez observei que tudo aquilo que eu mais criticava, HOJE é o que acho de mais valido aqui.....vou descrever a festinha de ontem que geralmente se assemelha a maioria delas.
As crianças chegam na Solene duas e meia da tarde, as vezes beeeem mais cedo, como geralmente as convidadas sao as amiguinhas do condominio, muitas das vezes elas ja estao la desde cedo......quando o tempo esta perfeito, assim como esteve ontem, a festa ocorre no jardin.
Os pais deixam as crianças por la, as vezes combinamos delas virem vestidas de princesas, ou nao.
A maioria ja parte pras brincadeiras, geralmente a Solene propoe atividades, principalmente se a festa é a da Loulou que ocorre no inverno ou quando chove e ficamos dentro de casa......rola concurso de pintura, camisetas personalizadas onde cada um leva a sua depois, muitos brinquedos, quando eles cansam, raramente um DVD e quando esta bem quente, a piscina.....ontem, com um barrigao de 20 e poucas semanas, ela propos o jardim por si so, as crianças brincaram muito.......tinha um canto fofo com rede, almofadas no chao e como o sol estava "forte" , as crianças mesmo iam descansar na sombra.
Pra comer? Geralmente rola uma mesinha com algumas balas, chocolates e coisinhas que as crianças gostam, ha quem faça com frutas tambem, mas a Solene nesse dia libera a porcariada!
Depois rola o bolo de aniverssario, acompanhado de suco de laranja, ou de limonada, as vezes agua dependendo do gosto da criança e so! Eles aqui se dao por satisfeitos!
Ontem somente duas convidadas tinham hora pra partir, partiram as seis......as outras amiguinhas ficaram pro churrasco à noite.
Ja fui em outros aniverssarios onde rolou picnic no parque, tambem é super agradavel, as crianças jogam bola, brincam, rola bike.......fora as brincadeiras que fica por conta dos pais!
Aqui é tudo tao simples, o mais interessante é ver que a criançada acha isso tudo o maximo, ahh e tambem tem os saquinhos surpresas, a Solene distribui quando eles vao embora.
Tambem tem o momento onde cada amiguinho da o seu presente.....o aniversariante abre um por um e agradece os amigos.
Acho que juntar algumas coisas bacanas da festinha brasileira com a simplicidade das festas francesas é o ideal, o que gosto daqui é ver que a criança é o foco da festa, o importante nao é ter a festa mais bonita, o lugar da moda , mais convidados, mais presentes, nao......o importante é as crianças se divertirem e alguem duvida disso vendo essas fotos aqui?

Maosinhas pra cima !!!

Vamos la, hora do bolo!!! Todos sentadinhos no tapete à espera.....
Bolo simples mas sempre agrada, muito chocolate, smarties e mashmalow! 


Hora dos presentes!!!

Um comentário:

Myria Cabanach disse...

Ju, estou muito de acordo com tudo isso que você escreveu.
Até também tenho inumeros exemplos familiares que me deixam P da vida. Minha prima devendo até os cabelos da cabeça encomendou uma festa de aniversario de 2 mil reais pro filho de 7 anos dela em um desses parques com brinquedos diversos... e quando falei pra ela fazer os salgados e docinhos em casa, afinal faria uma baita economia ela me disse que não, preferia parcelar os 2 mil em suaves prestações do que esquentar o bucho no fogão. Impressionante como vivemos num mundo de facilidades onde o dinheiro compra tudo; e como o pessoal no Brasil, ao meu ver, vêm cada vez mas perdendo valores. Me lembro de meus aniversarios, nunca nada gigante, mas garanto que sempre me diverti bastante. O que sera que mudou de la pra ca??

Do mais, penso que talvez, esse tipo de festa bem glamour seja valida quando se é maiorzinho, num parque de diversões e tudo mais... mas festa de criança pequena cheia de "paillete" onde as coitadas das crianças nem podem tocar na decoração é burrice de pai e mãe que esqueceram ou nunca souberam onde é que esta a prioridade.

E pra esse tipo de coisa eu digo: que vergonha!!!!!!!

Adorei o post... beijão pra você!