quarta-feira, 18 de agosto de 2010

O que a dor nao faz!

  Cheguei ontem de viagem e desde entao tenho escutado muitas vezes aquela pergunta, geralmente é somente fruto de uma iniciaçao de conversa educada , no meu caso singular, em sua maioria se traduz em curiosidade.........Como foi de viagem? Eles (eles = o trio) se comportaram bem?.........Bem, dessa vez a resposta fica complicada, responder de que prisma?.......na ida eu pude responder com firmeza  que foi òtima, SIM, eles se comportaram bem apesar dos zilhoes de pedidos na primeira hora do Vôo.
  Eu poderia responder da mesma forma se nao tivesse a sorte filha da P*** de estar com o ciso nascendo e a garganta inflamadissima, graças à Priscila, prima dentista, eu pude viajar digamos que no limite com a medicaçao que ela passou de ultima hora.
  O Vôo em si foi tranquilo, o trio dormiu como sempre.... mas a experiencia me mostrou o que tenho lido ha anos na PR (comunidade Pediatria Radical no Orkut) e relutava em acreditar, mulher recalcada é FODA! Impressionante como sempre tem uma figura pra tentar te ferrar.......ja no aviao; solicito o bercinho previamente revservado e como de costume a comissaria me questiona o peso do Alex, respondo que em torno de nove kilos e ela diz que se as pernas dele ficassem pra fora, nao poderia usar o berço, digo que ele cabe certamente pois em um mês o muleke nao cresceu dez centimetros e ela com muita mà vontade busca o berço, instala, de cara feia claro e pede para eu colocar o Alex ali, explico que ele ainda nao estava no sono pesado, que colocaria mais tarde quando achasse propicio, ela pede que eu a chame pra verificar e eu respondo um OK..........minutos passam e eu coloco baby ali, chamo a comissaria e muito tempo depois ela aparece  e me solta "Ihh mas ele esta apertadinho né, acho melhor a senhora nao usar bercinho nao...."
   Expliquei gentilmente que sim, usaria o berço porque Alex diferente dos outros nao aceitaria dormir no meu colo por dez horas seguidas e que da forma em que eu estava, evitar choro era necessario, ela ficou puta mas como nao to nem ai...........

 Como uma merda nunca vem sozinha, depois de um pouso demorado e uns dez a quinze minutos de passeio no patio do aeroporto , saio da  aeronave com o trio, Alex no sling, uma malinha de mao , bolsa e bolsinha de documentos........eis que me deparo com no minimo 400 e poucas pessoas numa fila sem fim para poder passar pelo controle policial.......eu com dor, cansada, quis desencarnar ali!
Avistei um guardinha e perguntei se a fila era ali, ele respondeu afirmativo e eu perguntei sobre a prioridade, ouvi como resposta que ela existe de acordo com a boa vontade dos outros.......nesse momento, Ciça cansada e com fome, pois dormiu torta o vôo todo e nao comeu nada ao ver aquela multidao começou a gritar, queria colo...........e agora José?

 Se eu estivesse no meu estado normal, teria sentado na pequena cafeteria pra alimentar as crianças e esperado uma hora no minimo pra poder passar, mas dessa vez, com dor e com Ciça em crise, mandei a vergonha e a patetice pra PQP e sai furando a multidao gritando algo como " Licença por favor, mulher sozinha com tres crianças.........com licençaaaaaa".......as pessoas sem entender iam abrindo o cerco e eu passando ate que mais uma mulher escrota cruza meu caminho, uma funcionaria do aeroporto me diz que eu teria que enfrentar a fila como todo mundo....Han?? Eu tenho prioridade........."Prioridade tem as pessoas idosas minha senhora"............Tambem, as pessoas idosas e EU, que estou sozinha com tres crianças, sendo uma no colo e a outra se jogando no chao de medo....vou passar!........" Tem aleta bomba senhora, uma mala foi deixada do outro lado", nem quis saber..........a bomba ja tinha estorado ha 18 horas atras quando me deparei com o estado do meu ciso e garganta!
 Entrei na cara de pau no lado esquerdo onde so circula funcionarios e ela ja ia me pegando novamente quando um colega  dela HOMEM gentilmente me disse para ir ao inicio da fila.........valeu fera!   
 Essa era mais uma que por sei la que razao queria ferrar com meu dia sem nenhum porque, talvez nao foi com minha cara, minha roupa ou com minha audacia por viajar sozinha com tres guris........eu achava isso normal e ate digno mas vejo que sou uma ET, quando digo as pessoas, elas vao da incredulidade ao questionario compulsivo pra saber como é que eu consegui , ja que tem mulher que com um so nao consegue.......ja respondo aqui que eu nao tenho nada de diferente, a nao ser a saudade imensa e a necessidade de ver minha familia, acho que isso que me impulsiona a encarar esse tipo de aventura!

Por fim, furei o cerco, passei pela duane, esperei horrores por minhas malas com a ajuda do Nikal (milhoes de vezes MERCI!!!!) e enfim pude cruzar a porta de vidro pra abraçar o amor da minha vida..........nunca um abraço foi tao importante e reconfortante!

 Geralmente eu sou movida por amor, é ele que me faz viajar com as crianças sem pestanejar pra ver minha familia, que me faz ficar mais de um mês longe do Chris, que me faz renunciar outras ferias por aqui, mas dessa vez foi a dor que me deu coragem de mandar aquela agente de segurança pra PQP! Pra alguma coisa a dor de dente serviu.......nada é por acaso né!