sexta-feira, 3 de junho de 2011

O problema de rotular......

Acho que ja falei aqui sobre isso, nao sei......mas antes de ontem, um momento bobo com Chris me fez perceber a enorme influencia de certas coisas da nossa infancia, em como coisas aparentemente bobas pra adultos, podem marcar crianças por uma vida toda!

Desde nova eu era rotulada como estabanada, destruidora, bruta,"parece um menino", "quebra tudo".......nao era por mal nao, sei disso, mas o fato é que ouvia tudo isso repetidamente e de TODO mundo!
 Se numa festa familiar ouvissemos o barulho de um prato, copo ou outra coisa quebrando, logo gritavam em coro Juliana.....so poderia ser eu né!
Mamae tbm reclamava do meu "relaxo" com cadernos, que eu nao tinha bela caligrafia, nao tinha cuidado com as coisas.....e assim fui crescendo!

Eu sempre curti costura, desde que uma empregada que tivemos uma vez, me deu a ideia de pedir retalhos pra costureira do bairro pois assim, fariamos roupas pra  Barbies, adorei a ideia, manuseava agulha desde nova, passava bastante tempo inventando roupas, tentando costurar......tbm teve a epoca do bordado de cruz, na tia Sarinha uma das babas nos ensinou, ela comprou o material e eu e Carol brincavamos de tentar bordar alguns lencinhos.
O tempo passou e eu nunca mais me dediquei a nada disso, apesar da vontade e do gosto.
Por esses dias, organizando o apê, lembrei que tenho a SINGER da minha cunhada por aqui, a qual Chris é que usa pra fazer bainhas das nossas calças, pensei em tentar fazer capas pra almofadas, queria aprender a utilizar a maquina, fora que um tempo atras, dobrando um vestido da Ciça que paguei uma nota em Ipanema, percebi o quanto o corte dele é simples.....bom, simples pra quem saca o minimo de corte e costura né! Fiquei imaginando que com pratica, eu poderia fazer varios daquele pra ela!
Pedi ao Chris pra me ensinar a por fio, a mexer na maquina.........colocamos as crianças na cama e ele veio na maior paciencia.
Quando ele começou a explicar, na hora pensei "Nao vou conseguir, nao tenho jeito pra isso.....tentar pra que se vai ficar horroroso?!!!! Nao sou caprichosa, nao tenho motricidade fina!"  e nisso o estresse foi batendo......ele me mostrou passo à passo como por a linha nas duas bolbinas, como manusear e quando pensei que ia sentar e usar, ele tirou TUDO do lugar e disse "Agora voce faz!".......ohhh droga, queria desistir, disse que estava cansada, ele nao permitiu, disse que eu tinha que aprender, que eu era capaz e que ia fazer sim......bom, fui no passo à passo e sim, consegui, alivio! Tentei umas passagens num pedaço de camiseta mas o barulho é grande pra meia noite......encerrei ali!
Engraçado como ele tem a boa psicologia......ele poderia ter deixado pra la, mas esta me insentivando bastante........o dificil sou eu, é tirar da cabeça que o resultado sera nulo antes mesmo de tentar.
Eu sei que sou capaz, vou precisar de pratica, de concentraçao, mas sou capaz....o problema é por isso na cabeça na frente da maquina com o tecido na mao!

Vira e mexe, a gente tem mania de brincar com a brabeza da Ciça, em como ela é brabinha, nervosinha.......ok, é brincadeira, mas sera??? Sera que isso nao vai reforçar esse lado dela? Por que nao reforçar algo mais positivo, como a docilidade dela??? Sim, ela é leoa braba mas sabe ser mansa......entao é isso, estou me controlando bastante, nao quero que nenhum dos tres tenha esse tipo de freio por causa de rotulos meus, ainda que esses sejam dados por brincadeira ou de maneira inocente.
Reforçar o positivo ainda é a melhor soluçao, ajudar a vencer os obstaculos, e nao reforçar, nao rotular........e vou sim me dedicar a costura, vou tentar.....por que nao? Lila me disse algo que penso toda vez que desanimo "Se ficar feio, voce nao precisa usar e por na sua sala....." e é isso, pela distraçao, pelo aprendizado! Quando conseguir, ainda que seja em questao de anos, ja que eu estou na vibe de fazer tudo ao mesmo tempo, posto aqui o resultado de mais uma superaçao!

Um comentário:

Milena Fischborn disse...

Adorei o texto, e você tem razão, por mais difícil que seja, melhor tentar evitar esse reorço negativo!!!

A criança pode reagir de duas formas:
1. ela vai recusar o rótulo e fazer tudo para provar o contrário, e deve ser com essa intenção que muitos pais, professores e muitos chefes seguem por essa via. Acham que se chamar o funcionário de incompetente ele vai "acordar" e tentar mostrar serviço. Mas isso acontece em pouquíssemos casos, pois o que mais acontece é:
2. a criança vai se apropriar do rótulo e vai acreditar que é assim mesmo, e então não importa o que ela faça, ela acha que não poderá mudar a si mesma nem a imagem que os outros têm dela. E aí você conhece o resultado!

Boa sorte com a costura!!! Eu me sinto completamente incapaz nesse ponto!