terça-feira, 13 de março de 2012

Chegou um bêbê, nao caiu uma bomba!

Depois de uns dois meses sem acompanhar grande coisa na net, tive dois dias de euforia, passeei por varios blogs que nao via faz muito tempo e descobri que nao perdi absolutamente nada.
Tirando um ou outro, o "acompanhar" vira habito, tipo novela.
Nesse passeio por blogs, saimos de um pra cair em outro e no fim, chegamos
à pagina de pessoas sem nem se lembrar por onde viemos e nessa "passeada" pelo mundo virtual, entrei em um que tambem fala sobre maternidade onde o assunto era a chegada de um bebe, de coisas que TODA mae sente, passa e blablabla......fui lendo, descendo a barra e me dizendo, ué? Mas nao fiz isso, tambem nao pensei nisso......e tirando um ponto ou outro em comum, comigo foi TUDO diferente!

Ate hoje nao sei dizer o que faz essa diferença, se sao as informaçoes, se é a habilidade dos pais, se é uma busca de resultados mais adequada com o periodo em que o bebe esta passando, se é o bebe que as vezes é mais calmo......nao da pra julgar, nao da pra afirmar, ate porque, somos todos diferentes né, o fato é que lendo algumas pessoas, a impressao que rola é que nao chegou um bêbê mas que caiu uma bomba dentro de casa.

No tal blog, a postagem se resume em tudo o que voce nao fara mais por alguns poucos meses (o publico do blog nao representa a maioria nao, muita gente com baba e afins)tipo ir num cinema,e pinta uma mulher que nao se cuida e fica de pijama o tempo todo, com calçolao (sorry, sai da maternidade de String tah!), com sutiens de maternidade feinhos, protetores......uma cena feia de se ver onde melhor é se esconder do marido!
Bom, realmente é meu avesso!

Vou postar aqui como foi a minha primeira experiencia, pra mostrar que da pra ser voce mesma, se divertir, viver, dormir, comer......fazer tudo na medida do possivel com um RN em maos!

Quando voltei da maternidade com Mathieu,passei uns 4 dias dividindo tudo com Chris, a amamentaçao nao tinha engatado, eu dava formula e o peito era um complemento.....depois desses dias ele teve que voltar a trabalhar, na prieira tarde sozinha com ele eu fiquei sim apreenssiva, tipo, o que eu faço com um bebe?
Eu sempre ouvia que era bom deixar no bercinho né, colo? "isso é perigoso, depois ele vai se acostumar mal, nao faça isso menina!"_, nos primeiros dias eu ate tentava, mas quando percebia, ja estava com ele no colo enchendo de beijos......a revelaçao veio num dia em que estava no computador, nada de bom pra ver, eu nao tinha muito conhecimento de internet, orkut ainda estava fresco e eu entediada, olhava pro Mathieu no bebe conforto, olhava pro PC, me lembrava dessa coisa do colo ate que eu tirei ele dali e pensei "Porra, pra que ter filho entao se eu nao quero as "mudanças" que vem junto? Se é pra ficar tudo na mesma, melhor nem ter né.....e outra, que desperdicio, ao inves d'eu aproveitar essa coisa fofa, esta ele ali num troço de plastico igualmente entediado, chega!" Peguei ele no colo e nao larguei mais! Ao inves de caçar programa de TV, eu ficava o dia inteiro dando beijos, trocando roupinhas pra tirar fotos, dormia muiiiiiiiiiiiito com ele, abria o meu sofa cama e fazia ali o meu QG, com um garrafao de agua, o controle remoto e me distraia......lia revistas,livros, falava ao telefone, ficava no msn com a Rê, tudo com ele ao lado!
Agora vamos aos pontos praticos?!!

Camisola o dia inteiro? Sim, eu SEMPRE fiquei de camisola em casa o dia inteiro, sempre tive uma coleçao, adoro......hoje descobri que algumas lojas tem a tal sessao de "homewear", que nada mais é do que pijamas e camisolas mais comportados, roupa de andar em casa confortavel. Isso impedia de eu tomar banho, me pentear, passar um rimel? NAOOOOOOOOOO......alias, a primeira coisa que eu fazia de manha era tomar banho, eu gostava de estar sempre fresca pro baby e esse habito adiquiri ja na maternidade, onde infelizmente tudo tem horario!

Mas eu nao consigo nem comer!!!!!! Como assim gente? Eu acho que o problema é o "cardapio" que a pessoa escolhe porque eu nao vi dificuldade alguma em comer.....tah, eu nao tinha tempo e disposiçao pra fazer lasanha, mas dava pra comer super bem, ainda mais que sendo apenas Chris e eu, a obrigaçao de fazer comida era ZERO, ja que ele tem duas maos e tambem cozinhava, e pelo fato de que eu sempre curti mini lanchinhos, entao fome? nao tive nao!
Ele nasceu no periodo das "mandarinas", sao tangerinas pequenas e deliciosas, nao vivia sem......era otimo, comia uma atras da outra, tambem
curtia ter sempre pao e queijos na geladeira, um lanche rapido e que me deixava satisfeita! Tinha meu biscoito preferido e pras refeiçoes, valia uma saladinha com peito de frango rapido na chapa, ou um bife, macarrao....enfim,dava pra comer numa boa!
Ta certo que Mathieu nao foi aleitado, mas com Ciça e Alexandre eu nao cortei NADA da minha dieta, ate o café eu continuei tomando na parte da manha......nao, aqui nao influenciou em nada, nao tiveram gazes e nem colicas, MAS é bom fazer atençao na reaçao do baby porque tem sim os mais sensiveis, entao, aleitamento nem sempre significa dieta e cortar as coisas boas da vida, tipo um chocolatinho!

Nao consigo limpar a casa!!!! Bom, é complicado entrar no criterio de limpeza de cada um né, tem gente que curte tudo impecavel e ja tem crise com uma caneta fora do lugar, nao é meu caso, mas eu demorava 15 minutos no maximo pra limpar meu apartamento, e ao contrario de muita gente, eu nem sempre fazia com Mathieu dormindo mas sim acordado.....eu dava tanto colo pra ele, que quando precisava de 15 minutos, ele ficava de boa, ia levando ele comigo pros comodos, conversaa, sempre no campo de visao e ele ficava. Com Ciça foi diferente, ela ja era colomaniaca mas nada que um Wrap e um pouco de habilidade nao desse jeito!
Ja maior, eu deixava ele no berço (unica serventia, além de estocar ali roupas limpas saidas do varal!)e partia pro ataque, se voce faz 15 minutos diarios (sem a louça!), nao tendo uma casa muito grande, da de boa....eu passava aspirador, o pano humido, rapida limpeza no banheiro, as vezes tirava um po e pronto! Como eramos so nos tres, nao precisava limpar todos os dias, entao quando leio algumas pessoas, fico tentando entender porque a lembrança que eu tenho, é de ter passado boa parte desse primeiro ano no sofa deitada ou na rua batendo perna!
Sono, o pesadelo da maioria das maes! Eu sempre ouvia a ladainha de "Ele dormiu, durma com ele hein!"......mas olha, nao é ladainha nao, é a melhor coisa que voce pode fazer!
Eu sempre curti muito os tres primeiros mses e sabe por que? Porque eles sao imprevisiveis, é o bebe que faz a rotina e voce vai adaptando, porque os dias nao sao iguais, porque rola uma liberdade (voce deve estar me achando louca, né?) de carregar o bebe pra onde quiser porque o que ele precisa e quer, é colo, eu adorava deitar no sofa-cama com TV ligada e dormir com ele, nao via horario, nao me preocupava com o ritmo, importante era dormir, e dormiamos muito! Essa coisa de que eles acordam de duas em duas horas, nao é bem assim nao,ao menos, nao se voce estiver sempre por perto!
Como eu nao ficava nessa coisa de querer por no berço, nao tive aquela coisa de dormiu no colo, ponho no berço, acorda e começamos tudo outra vez.....ele ficava brincando comigo no sofa cama, quando via os sinais de sono, sentava com ele deitado no colo, ninava e ele dormia, colocava ao meu lado, me agarrava nele e dormia junto!
Tem uma recomendaçao importante de manipular o bebe de tres em tres horas, ainda mais no primeiro mês, mas se ele dormiu cinco horas direto, nao tem problema, essa é a noite completa de um RN....entao eu vivia descansada.

Tres meses enfurnada dentro de casa, que castigo!_ Gente, isolamento nunca faz bem, ainda mais quando estamos numa situaçao totalmente nova com os hormonios bagunçados......eu me lembro ate hoje que na alta da maternidade, a enfermeira conversando comigo me deu a dica de por um travesseiro no carrinho por cima do Mathieu (era inverno!) e sair de casa ainda que estivesse nevando pra dar uma volta no quarteirao, que respirar um ar, se trocar, ir num mercadinho, ver pessoas, era essencial, para eu nao cometer burrada de me fechar dentro de casa com o bebe porque é um dos ingredientes principais pra uma boa DPP ou baby blues!
Com Mathieu eu sai muito, so tinha ele, passava tardes e tardes na casa da Karoline( ela tinha gemeos um de um ano!), iamos à cafes,parques,ate em shopping no meio da semana, quando ficava vazio.....era otimo! Com Ciça e Alex ja tive mais dificuldades, sair com um RN é mole, mas com um RN e crianças um pouco maiores que precisam de ajuda e supervisao constante, é mais cansativo.

Colicas!! Socorro, ele chora sem parar! Mathieu nao teve colicas, alias, nenhum deles tiveram......so Ciça teve o efeito vulcao, aquele choro no fim de tarde onde eles estao exaustos e nao conseguem adormecer, mas como eu ja dava muito colo e ja tinha sacado que é o que ela queria, o choro nao persistiu muito.
Eu ouso dizer que pouquissimos bebes tem de fato colica, a maioria tem é carencia, é insegurança......tanto que na maioria dos casos, é por no colo pra parar de chorar! Nessas horas, o sling ou Wrap cai muito bem!
Mathieu so chorou por dois dias e duas noites quando os primeiros dentes sairam, eu fiquei sim perdida, nunca tinha visto ele chorar, ficamos esse tempo todo na sala onde ele dormia e acordava sem parar incomodado.
Eu fico impressionada com a quantidade de remedinhos que as pessoas dao,pior ainda é que nao funciona mas na proxima sessao de choro, elas voltam com o remedinho esperando milagre.......nao, remedio algum cobre esse pedido de colo e aconchego, choro é comunicaçao, nao é apenas uma expressao de dor......soltar pum nao é ter gazes, TODO mundo peida gente, bebe nao é diferente né!
Uma dica é sempre antecipar as sonecas, é por o baby pra dormir ANTES dele mostrar cansaço e começar a chorar! Um livro que amei e explica isso tudo, falando sobre extero gestaçao é "O bebe mais feliz do pedaço, do dr Karp"....obrigatorio na cabeceira, esqueçam Nana Nene, Tracy Hogg, nao queiram por seus filhos numa forma, a unica coisa que TODOS eles precisam, é colo e aconchego....

Enfim, as lembranças que tenho da chegada do Mathieu sao essas....ok, cada uma tem seu jeito de ver as coisas, tem a sua rotina ja definida, suas prioridades e sente de forma diferente a chegada de um bebe, esse post nao é de forma alguma um combustivel pra voce, que esta tendo dificuldades, se julgar uma péssima mae e ficar com raiva, nao, nada disso.....é apenas pra que voce possa refletir se voce nao esta exigindo demais de voce, se nao esta esperando demais do seu bebe, se nao esta complicando coisas que na verdade sao simples mas que como mae de primeir viagem, sem nenhuma referencia, voce nao se deu conta!

Eu realmente fico assustada com certos relatos porque vivi exatamente o contrario, as vezes vejo mulheres ate com diarista e baba reclamando de nao dar conta e eu fico buscando que tanto trabalho essa mulher tem pra nao conseguir realizar.....

Eu nao falei sobre o envolvimento e participaçao do Chris la em cima porque nos primeiros meses ele estava trabalhando num ritmo infernal, entao eu passei muito tempo entre amigos, com cunhada, mas quando ele vinha pra casa, ele participava de tudo, ficava com a incubencia de cozinhar e lavar a louça, de passar a noite cuidando das mamadas pra eu dormir 12 horas direto.....de ficar de olho nele pra eu pintar as unhas tranquila, sem medo de borrar depois porque precisei trocar uma fralda....e sim, ele participou do parto, das tenttivas de amamentaçao,assistiu à todas as mudanças no meu corpo, nao me escondi atras de cinta, nao tirei ele de cena nao, somos parceiros...o apoio dele sempre foi fundamental e essas transformaçoes que chegam com a maternidade so o fez ter cada vez mais orgulho e admiraçao por mim, o que alias, é reciproco! Quando li no tal blog a moça dizendo pra NUNCA usar uma bomba de aleitamento perto do marido, eu fiquei surpresa......ok, nao é nada sexy, mas nao da pra separar as coisas? Precisamos realmente ser sexy 100% do tempo? Eu pelo menos nao sou um pedaço de carne à disposiçao, entao nao, na preciso estar impecavel o tempo todo, me permito viver a maternidade à fundo e faço questao de que isso seja vivido à dois!
A chegada de um filho realmente muda muita coisa, mexe com a nossa rotina mas eu acho que da pra ser uma fase gostosa, bem vivida......quando Alex nasceu, eu tinha visitas em casa, nao andei de pijama o dia todo, ia no parque ja no segundo dia em casa com os mais velhos e nao dormia todas as tardes, mas foi igualmente gostoso e facil. Eu so senti mesmo a chegada da Ciça, foi complicado sim reformular tudo e aprender a se dividir em dois.
Entao é isso, seu bebe chegou? Que bom, aproveite muito......a frase "passa rapido" é cliché mas é real.
Quando eu li a tal listinha do tal blog, fiquei pensando que aquilo ali broxa e da medo à qualquer gestante ou mulher que esteja pensando em gravidar, nao, eu nao sou à favor de mentir e dizer que filho é so maravilhas, que nao tem mudança alguma, mas acho uma pena a forma pessimista a qual a maternidade tem sido retratada, se por um lado as pessoas falam de um amor explosivo pela cria (a qual nem sempre é real, ao menos nao automaticamente os nascimento), depois vem uma lista de coisas que voce nao mais fara, de proibiçoes, de contratempos, a qual pode ser aliviadas dependendo da sua forma de agir!
Se voce nao da conta, peça ajuda......se esta se sentindo perdida e incompreendida, porque nao um psicologo? Ter dificuldades nao é sinal de fraqueza e procurar ajuda nao é sinal de incompetencia, é sinal de maturidade e de coragem!
Cada vez que estiver com seu bebe no colo chorando, lembre-se que depois de um tempo nem no colo ele estara.....que voce mesma talvez nem se lembre da ultima vez que adormeceu no colo da sua mae, ou seja, o tempo em que eles sao total dependentes, é muito curto em vista do tempo o qual seremos mae, e esse tempo nao voltara jamais!

Um comentário:

Milena F. disse...

Até que enfim alguém me diz que um "bebê não é uma bomba"!!! hahaha
Dá medo mesmo quando a gente lê depoimentos trágicos como esse que vc citou!